Poupança rende, no mínimo, 0,5% ao mês, logo, 6% ao ano, certo? Errado.

Ontem publicamos um texto sobre uma cartilha da poupança, elaborada pelo Banco do Brasil. Lendo o artigo, um dado nos chamou a atenção.

Os rendimentos da poupança são remunerados pela TR – Taxa Referencial – acrescidos de juros mensais, para pessoas físicas. Os juros mensais são de 0,5%. Fazendo uma somatória mês a mês, dá a impressão de que, durante um ano corrido, ela teria remuneração mínima de 6% ao ano. Essa afirmação não é inteiramente verdadeira, da mesma forma que rentabilidade mensal de 1% ao mês não dá 12% ao ano, pelo efeito dos juros compostos – o blog HC Investimentos publicou um interessante artigo sobre os juros compostos nessa semana.

Na verdade, como explica a cartilha do BB, 0,5% ao mês dá, no ano, 6,17%, e não apenas 6%. Esse acréscimo de 0,17% pode não representar muito para pequenas quantias, mas é bom saber que, no rigor da matemática, a poupança rende ainda um pouquinho mais do que a gente pensava. 🙂 E isso é apenas a remuneração mínima, não a remuneração atual, que ainda inclui a taxa referencial – TR.

É isto aí!

Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

Print Friendly, PDF & Email

8 Responses to Poupança rende, no mínimo, 0,5% ao mês, logo, 6% ao ano, certo? Errado.

  1. Henrique Carvalho 23 de junho de 2009 at 19:45 #

    Hotmar,

    Que tal falar no próximo post sobre como é calculado o TR e como ele contribui para o rendimento da poupança?

    Depois seria possível fazer uma análise de até que ponto alguns fundos de renda fixa terão mais vantagem que a poupança, com a atual queda dos juros.

    Abraços!

  2. hotmar 23 de junho de 2009 at 21:59 #

    @Henrique Carvalho
    Henrique, ótima sugestão! Vou pesquisar mais sobre o assunto. Valeu! 😀

    É isto aí!
    Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

  3. Henrique Carvalho 23 de junho de 2009 at 23:21 #

    Hotmar,

    Estaremos no aguardo, mas sem pressas!

    Aqui vai um pequeno texto da AE (Agência Estado), que conforme você citou, possui ótimas notícias na parte Especiais.

    http://aeinvestimentos.limao.com.br/especiais/esp2496.shtm

    Com sua didática forma de escrever acredito que o assunto ficará bem mais acessível para todos.

    Grande Abraço!

  4. hotmar 24 de junho de 2009 at 13:54 #

    @Henrique Carvalho
    Obrigado pelo link, Henrique, vou usá-lo como uma das minhas bases para o futuro artigo. 😀

    É isto aí!
    Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

  5. Adriana 25 de outubro de 2009 at 8:14 #

    Olá Henrique Carvalho!
    Resido fora do Brasil e gostaria de saber como faço para calcular o imposto, sobre a quantia superior a 50.000 Reais e se vale a pena ou abro outra conta, uma vêz que não tenho interesse em fazer outro tipo de investimento.
    Desde já agradeço, aguardando uma resposta.

  6. Henrique Carvalho 26 de outubro de 2009 at 19:26 #

    Adriana,

    Nestes links você encontra ótimas informações sobre sua dúvida.

    1. Notícia e explicações do cálculo do IR: http://aeinvestimentos.limao.com.br/especiais/esp28574.shtm

    2. Notícia e explicações do cálculo do IR (2): http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2009/05/17/materia.2009-05-17.5326798502/view

    3. Planilha com cálculo: http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/09/16/o-calculo-do-ir-da-poupanca/

    Espero que lhe seja útil!

  7. Adriano Murilo 17 de março de 2012 at 1:38 #

    Mas se considerarmos a taxa nominal a título de comparação, a afirmação de que a poupança rende 6% estará correta.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Valores Reais » Seja pão-duro com seus investimentos - 24 de novembro de 2010

    […] cenário em que a SELIC fique bem próxima da rentabilidade da poupança (6,17% a.a. + TR), a poupança pode ser um instrumento de investimentos mais interessante – além de ter […]

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes