Determine que algo pode e deve ser feito, e então você achará o caminho para fazê-lo

“Determine que algo pode e deve ser feito, e então você achará o caminho para fazê-lo”.

– Abraham Lincoln

Ocorreu algo estranho quando fui ligar o computador para elaborar esse artigo: a rede de Internet de banda larga, daqui de casa, havia caído. Então o conteúdo desse artigo passou a ter um rumo totalmente diferente. Eu ia escrever sobre a frase acima, de Abraham Lincoln, sob uma perspectiva, mas agora que aconteceu tudo isso, irei discorrer sobre o tema sob outro ângulo.

É o seguinte: eu poderia simplesmente abdicar de escrever esse artigo. Como a rede de Internet havia caído, e o problema aparentemente está na tomada que faz a conexão com a energia elétrica, e não numa interrupção momentânea do provedor de serviço Web, e tendo em vista que, em geral, esse problema demora para ser resolvido (tenho que ligar para o eletricista etc.), seria muito mais cômodo, para mim, simplesmente ir fazer outra coisa. Ir para a academia. Completar a leitura de um livro, em que estou nas páginas finais. Assistir TV.

Mas compromisso é compromisso. Eu não iria desistir assim tão fácil. Afinal, se eu havia determinado que podia e devia escrever sobre o assunto, seria incoerente de minha parte não achar outro caminho para fazê-lo. E percebi então que estava escrevendo sobre um comportamento que eu próprio iria realizar.

O que eu fiz? Realizei a conexão à Internet, para escrever esse artigo, utilizando o chip 3G (que normalmente só é usado no celular ou em viagens). Iria demorar mais? Iria, pois a conexão à Internet é mais lenta pela rede móvel. Iria causar um trabalho extra? Iria, pois isso envolve conectar cabos no computador, ativar um software específico, esperar a rede ser identificada, e (ufa!) fazer a conexão Web. Envolveria riscos de a conexão cair no meio do trabalho? Iria também, pois todos sabemos que as redes 3G ainda apresentam precariedade e instabilidade frequentes.

Mas todos esses obstáculos não poderiam me impedir de escrever o artigo. Afinal, não podemos esperar por uma situação ideal para fazer as coisas acontecerem. Se dificuldades existem, elas estão aí para fazer testar nossas forças. São exercícios que desenvolvem nossa musculatura comportamental. Passamos por um período de estresse, mas, uma vez que saímos vitoriosos, cumprindo as metas e completando as tarefas, experimentamos uma sensação de realização tão forte que saímos mais fortalecidos da experiência. Seria muito mais fácil desistir do projeto e ir fazer outra coisa. Mas abrir mão de nossos projetos implica no enfraquecimento de nossas virtudes. Afinal, como saber se existe força dentro de você, se ela não for testada?

E você? O que pretende fazer daqui por diante? Que projeto anda parado lá em algum canto escondido de sua mente, esperando apenas por um sinal verde para ser iniciado? Como diz Abraham Lincoln, tudo começa com um instante de decisão. Tudo começa com a mente. Na verdade, tudo começa com uma determinação. Você tem que estar determinado a levar para frente sua ideia. Uma vez determinado o objetivo, não importa o caminho. Você arranjará um meio. Você dará um jeito de descobrir um meio de realizá-lo, ainda que isso implique algum sacrifício – e geralmente implica.

Determine o objetivo, vá lá e cumpra. De uma forma ou de outra, determine para você mesmo que isso tem que dar certo.

É isso aí!

Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

Print Friendly, PDF & Email

,

5 Responses to Determine que algo pode e deve ser feito, e então você achará o caminho para fazê-lo

  1. Gisely Chessed 27 de dezembro de 2010 at 9:58 #

    Ah, a sincronicidade!
    A energia de ir até o fim, não importa como, é extremamente poderosa! Parece que somos capazes de fazer qualquer coisa, é uma sensação incrível conectar-se com o poder do fazer.
    Parabéns por compartilhar.

  2. Evertonric 27 de dezembro de 2010 at 10:56 #

    Ei Guilherme,
    Pretendo fazer muitas coisas amigo, mas em 2011 a verdade é uma só , estudar mais, (estudos e leituras sobre invest, linguas extrangeiras, etc…), tenho que terminar meu curso no exterior, e no inicio de 2012 voltar para o Brasil.
    Gostaria muito que 2011 passa-se voando literalmente…rsrsrs
    Abraços

  3. Gui 27 de dezembro de 2010 at 20:25 #

    Graças a Deus que existem pessoas como você!

  4. Guilherme 5 de janeiro de 2011 at 22:54 #

    Gisely, valeu!

    Everton, investir em conhecimento é essencial. Sua atitude é de vencedor!

    Gui, obrigado, xará!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  5. José Rafael 2 de outubro de 2013 at 10:48 #

    Com todo o respeito… na sua relação de afezeres, , caso você não houvesse decidido escrever o post, (ir para a academia, completar a leitura de um livro, assistir TV), não ha trabalho. A não ser que você escreva à noite ou em fins de semana (nesse caso basta esclarecer e meu comentário perde o sentido) como levar a sério alguém que não inclui trabalho na sua rotina.

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes