Anuidade no cartão de crédito HSBC Premier Mastercard?

1 Flares Twitter 1 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 1 Flares ×

O leitor Luiz perguntou:

“Consultando a relação de tarifas no site do HSBC, válidas a partir de 16/05/2011 (http://www.hsbc.com.br/1/PA_1_1_S5/content/hbbr_pws/pt/para-voce/conta-corrente/tabela-de-tarifas/docs/16052011-tabela-tarifas.pdf), passou a constar uma anuidade do cartão Premier Mastercard de 4x R$ 87,50. Até agora este cartão era isento de anuidade para quem tinha o pacote Premier. A anuidade do Visa Platinum subiu de 4x R$ 45,00 para 4x R$ 85,00. Dá pra fazer um post sobre isso? Um abraço”

Prezado Luiz, acredito que esse cartão continuará tendo isenção de anuidade para quem tem o Pacote Premier. A cobrança da anuidade, em minha opinião, só ocorrerá para quem não for contratar esse pacote de serviços bancários, ou sofrer um downgrade pelo banco, isto é, sair do pacote Premier para um pacote inferior, por falta de movimentação de conta-corrente – o que convenhamos, não chega a ser exatamente uma má notícia, haja vista que essa tarifa mensal de R$ 53 (Premier) ou R$ 44,50 (Premier Básico) é cara pra chuchu, não se justificando gastos tão altos com mensalidades bancárias – que chegam ao absurdo de mais de R$ 600 anuais – se você tem à disposição, em outros bancos, contas essenciais a custo zero, e até algumas contas eletrônicas (iConta do Itaú) também a custo zero.

Essa situação de o pacote de serviços incluir a anuidade do cartão de crédito não é exatamente nova – vale lembrar que o Santander Van Gogh oferece isenção de anuidade para os cartões Platinum se o cliente contratar um pacote de serviços bancários “Van Gogh” (com valores igualmente caros, tão caros quanto no Premier, para ser mais preciso, R$ 55 mensais descontados da conta-corrente). Porém, no caso do Van Gogh, há expressa menção de que a isenção de anuidade só valerá enquanto o cliente mantiver o pacote “Van Gogh” – caso contrário, a anuidade será cobrada normalmente. Vale dizer, se o cliente optar por um pacote mais barato, perderá a isenção de anuidade.

É isso aí!

Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

,

22 Responses to Anuidade no cartão de crédito HSBC Premier Mastercard?

  1. Luis Otávio 27 de abril de 2011 at 20:43 #

    Guilherme, tudo bem?
    E hoje que descobri que com o Platinum vou ter que pagar 4x de R$ 45,00 !?!? Infelizmente falei com minha gerente: Terei que trocar meu cartão!
    É bonito, é estiloso e tem algumas futilidades legais, mas não compensa. Com esse dinheiro, se eu guardar durante o ano inteiro, posso fazer um belo jantar, com um belo vinho para minha família.
    Abraços e sempre, muito obrigado, por sempre postar novidades!

  2. Guilherme 27 de abril de 2011 at 22:16 #

    Luís, certíssima sua visão sobre a inutilidade de pagar tarifas e anuidades!

    Imagina então um cliente que paga R$ 53 mensais a título de “tarifa de manutenção de conta corrente”. Pera lá, nem se os bancos ainda tivessem algum produto de investimento decente…pois R$ 53/mês dá R$ 636 anuais… E isso paga um belo de um jantar, com uma bebida igualmente fina, pra toda família!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  3. Fernando H Rosa 27 de abril de 2011 at 22:41 #

    Boa noite hotmar,

    Muito bem observado. Fiquei de confirmar isso com minha gerente mas não consegui falar com ela hoje. De qualquer maneira, se você consulta o site do banco (http://www.hsbc.com.br/1/2/portal/pt/para-voce/cartoes-de-credito/tabela-comparativa/cartoes-de-credito-correntista) continua constando como anuidade gratuita.

    A única situação que me parece fazer sentido essa cobrança foi o que você explicou, se eventualmente o cliente fosse desenquadrado do segmento mas mantivesse o cartão de crédito Premier. Isso também estaria em linha com a política global do HSBC, onde nunca você paga anuidade do cartão, somente o pacote da conta-corrente.

    De qualquer maneira vou tentar me certificar amanhã com minha gerente e aviso aqui o resultado.

    Quanto ao valor do pacote, dependendo do quanto você usa serviços bancários pode ser bem competitivo. Para um valor de referência, eu faço muitos DOCs todo mês, facilmente as vezes mais de 10. Se você for pagar 10 DOCS avulsos todo mês, vai gastar R$ 80,00 por mês, ou R$ 960,00 no ano. Se for pagar o pacote Premier, incluindo anuidade do Cartão Premier mais dois cartões Gold (Visa e Amex) mais pacote de 15 docs por mês e outros serviços, você vai gastar R$ 53,00/mês ou R$ 636,00 no ano, uma economia de R$ 324,00.

    Isso sem entrar no mérito dos benefícios em viagem, como salas VIP, e os serviços internacionais, como a possibilidade de abrir contas em outros países sem pagar tarifa de manutenção nenhuma além dos R$ 53,00 que você já paga aqui no Brasil (abri recentemente uma conta nos EUA pelo HSBC, e não pago tarifa alguma, sequer anuidade do Premier Mastercard Global). Aliás meu post de hoje no BankReview.com.br foi justamente sobre esse processo de abertura de conta-corrente nos EUA, se vocês tiverem curiosidade.

    Enfim, eu não acho que exista um serviço bancário perfeito para todas as pessoas. Você tem que avaliar suas necessidades e decidir qual a melhor opção. Não faz viagens internacionais com freqüência, não faz compras em dólar, não viaja domesticamente o suficiente para compensar o uso das Salas VIP? Você vai estar melhor servido com um pacote de serviços essencial e quem sabe um cartão de crédito nacional, que vai ter uma anuidade bem mais baixa.

    Ou talvez você viaje bastante mas somente domesticamente, e nesse caso pode compensar comprar um desses passe para uso de Salas Vip e manter uma conta com pacote essencial em um banco com alta capilaridade em presença nacional, como o Banco do Brasil ou Bradesco.

    Vale sempre sentar, analisar suas necessidades e tomar a decisão que faça mais sentido do ponto de vista financeiro. Não haja com paixão e mantenha uma conta em um segmento de alta renda somente pelo ‘status’ ou porque eles tem um cartão mais bonito. Isso pode te custar caro!

  4. Guilherme 27 de abril de 2011 at 23:58 #

    Fernando, excelentes explicações!

    Gostei muito dos seus argumentos: realmente, para cada pessoa, uma necessidade distinta. E muito bacana seu site também, recomendo a todos da comunidade, que se interessem mais sobre serviços bancários em geral. Segue o link: http://www.bankreview.com.br

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    • Fernando H Rosa 28 de abril de 2011 at 10:43 #

      Bom dia Hotmar,

      Recebi o retorno da minha gerente. Segundo ela, sua interpretação está correta. A mudança será que os outros cartões passam a ter anuidade (por exemplo Gold Card). No meu caso eu vou simplesmente cancelar os outros cartões se passarem a ter anuidade. Não vou pagar anuidade para ter um cartão que pontua 1,0 por dólar.

      Abcs,

  5. Luiz 28 de abril de 2011 at 11:06 #

    Fernando, se sua gerente estiver certa esta é outra mudança importante. O HSBC sempre forneceu aos clientes Premier os cartões Gold nas bandeiras VISA e AMEX sem anuidade (ou melhor, cobrando a anuidade embutida no pacote Premier, que é cara pra chuchu). Se passarem a cobrar agora, vou cancelar os dois. Enquanto os outros bancos estão fazendo um upgrade e passando a fornecer os cartões black/infinite, o HSBC agora vem com essa. É o HSBC desmotivando seus clientes mais fiéis…

    • Fernando H Rosa 28 de abril de 2011 at 12:03 #

      Luiz,

      Confirmei com ela novamente, e a mudança só é válida para novos clientes. Para quem já é cliente Premier vai manter os benefícios… Menos mal, porém um movimento contraditório do HSBC se ele quer expandir o segmento Premier.

  6. Eduardo 29 de abril de 2011 at 11:15 #

    Para quem é cliente do Santander (da base do antigo real) devido a receber salário (valores razoaveis) de prefeituras nesse banco, o pacote Van Gogh é sempre mais barato. Eu, por exemplo, tenho isenção da taxa de manutenção do VG e por consequencia nao pago anuidade do platinum. Uma mão na roda. Já vi colegas que pagam o VG, mas só uns 7 ou 8 reais com o mesmo benefício.

  7. Guilherme 1 de maio de 2011 at 10:35 #

    Ôpa, valeu pelo retorno, Fernando!

    Concordo com o Luiz, é contraditório esse movimento do HSBC.

    Eduardo, boa dica! A política de retenção de clientes do Santander, da base do antigo Real, é uma das melhores que existe.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  8. Luiz 31 de maio de 2011 at 11:03 #

    Hoje entrei na página do HSBC e no link “Regulamentação de cartões de crédito” veio a seguinte informação: “Algumas tarifas foram extintas e um padrão de nomenclatura foi adotado por todos os bancos. Além disso, os cartões de crédito NÃO ESTARÃO MAIS DENTRO DOS PACOTES DE CONTA CORRENTE (grifo meu). A majoração de tarifas poderá ocorrer somente após 365 dias da última alteração.” E o “novo” contrato Premier/Platinum também prevê a cobrança de uma anuidade. Espero que o HSBC não venha com mais essa pra cima da gente….

  9. Fernando H Rosa 31 de maio de 2011 at 15:21 #

    Esse é mais um presente de grego do nosso governo, decorrente da normatização de tarifas. Eu acho que isso não vai impactar na anuidade do Premier, provavelmente vai ocorrer o mesmo que acontece no meu Personnalité Mastercard: vem todo mês uma cobrança de R$ 22,00 de mensalidade do cartão, seguido por um crédito de R$ 22,00 estornando o valor.

    Ainda assim, se a normatização de tarifas para contas-corrente puder servir de exemplo para prevermos o que vai ocorrer aqui, o resultado final disso será mais tarifas sendo cobradas dos clientes. Com a redução do número de tarifas que podem ser cobradas, os bancos se viram forçados a passar a cobrar coisas que não eram antes cobradas, por exemplo: tarifa de transferência entre contas do mesmo banco (absurdo!). Seguindo a mesma linha de raciocínio acredito que a maioria dos bancos vai passar a cobrar tarifa de resgate de pontos nos programas de fidelidade (Itaú, HSBC, Caixa não cobram hoje). Novamente, uma interferência ineficaz do governo sobre algo que já hávia sido acertado pelo próprio mercado, que só prejudica os usuários de serviços bancários, e ainda vem anunciado como uma coisa boa.

  10. Guilherme 2 de junho de 2011 at 19:04 #

    Luiz, pois é, é como o Fernando comentou, parece que o “tiro vai sair pela culatra”. Ou seja, mais tarifas serão cobradas dos clientes, ainda que por outras vias. O BB resolveu praticamente abolir o pagamento de contas no cartão para novos clientes, limitando-os a R$ 1 mil.

    Uma pena que o HSBC tenha mudado essa política, passando a cobrar a anuidade dos seus cartões de crédito que antes estavam inclusos no Pacote Premier. Por isso que eu digo e reafirmo: no Brasil, corre-se sempre um risco ao elogiar banco… o risco de o banco fazer “caca” e tomar uma atitude negativa perante seus clientes.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  11. Wilian Delatorre 6 de junho de 2011 at 19:41 #

    Isso significa que a “anuidade” dos cartões Premier sempre esteve embutida na tarifa de manutenção de conta corrente. Vamos ver como fica tudo isso. Por enquanto vou manter a conta no segmento. Abraço!

  12. Guilherme 8 de junho de 2011 at 21:17 #

    Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos! Qualquer novidade, eu posto no blog!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  13. Gustavo 30 de outubro de 2011 at 13:24 #

    Pessoal, sou cliente Premier há mais de 5 anos. Recebi minha fatura de novembro do cartão Master Premier e no campo “informações importantes” há a informação que a anuidade não está mais vinculada ao pacote desde 01/02/2011 e que há isenção de 1 ano desta. Depois, poderá ser cobrada anuidade. Será que realmente procede o que a gerente do Fernando falou, que clientes antigos continuarão isentos da anuidade? Ou em 01/02/2011 já cairá a primeira parcela da cobrança? Achei estranho esse aviso…

  14. Guilherme 30 de outubro de 2011 at 18:21 #

    Gustavo, é ver pra crer. Eu acho que o banco deve, sim, honrar contratos antigos firmados sob regras até então perfeitamente válidas.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  15. Luiz 22 de novembro de 2011 at 20:08 #

    Consultando alguns cartões pela Internet, descobri que em Singapura o HSBC lançou seu cartão Visa Infinite, dando de presente 30.000 milhas ou um tablet da Sony (http://www.hsbc.com.sg/1/2/personal/cards/hsbc-visa-infinite-credit-card). Enquanto isso, aqui na República da Banânia, onde ano a ano os bancos batem recordes sobre recordes de lucros, os responsáveis tupiniquins do HSBC resolvem tirar os benefícios (acelerador e prorrogador de pontos) e passar a cobrar a anuidade, que como dito acima, sempre esteve incluída no caríssimo “Pacote Premier”. Como é difícil elogiar banco nesse país, Guilherme!

  16. Renato C 23 de novembro de 2011 at 0:38 #

    Ahhhhhh doce vida que eu sou HSBC Premier, com meu Visa Infinite em Singapura !

    • Luiz 23 de novembro de 2011 at 12:23 #

      Deu só uma olhada nas vantagens? Serviço de limusine até o aeroporto, check in privado no terminal, passagem expressa pelo serviço de imigração em 40 aeroportos, acesso a 600 salas VIP (deve ser o Priority Pass), até 2,5 milhas por dólar, seguro viagem de até US$ 2 milhões e seguro médico de até US$ 100 mil!

  17. Guilherme 25 de novembro de 2011 at 16:43 #

    Luiz, que “cartãozaço” esse hein!? …..rsrsr…o fator de conversão (2,5 pontos a cada dólar) é realmente matador!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

  18. Sementes 15 de janeiro de 2012 at 11:11 #

    Alguem tem a informação sobre a anuidade do Premier??? Realmente passou a ser cobrado?

    Frederico

  19. Guilherme 15 de janeiro de 2012 at 13:16 #

    Após o primeiro ano, cuja anuidade é gratuita, a anuidade em tese passará a ser cobrada.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes

1 Flares Twitter 1 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 1 Flares ×