Tarde demais para começar a perseguir seus sonhos? Melhor rever seus conceitos!

Texto escrito por Guilherme

*** Esse post foi feito especialmente para você, que acha que, depois dos 30, 40, 50, 60, 70 ou 80 anos, acha que é tarde demais para dar uma guinada na vida e começar a ir atrás de seus sonhos. ***

Todos nós sabemos de histórias incríveis de pessoas que conseguiram fazer sucesso no mundo dos negócios e da vida de modo precoce. Mark Zuckerberg criou o Facebook com 19 anos. Steve Jobs fundou a Apple aos 21 anos de idade. Warren Buffett, então, nem se fala… começou sua carreira de investidor aos 7 anos, quando pediu de presente de Natal ao seu pai um livro sobre títulos públicos; aos 8 devorou o livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, de Dale Carnegie (a fim de melhorar suas habilidades de comunicação interpessoal, haja vista que se considerava muito tímido… isso aos 8 anos, tá?); aos 9 lia a coluna “The Trader“, da revista Barron´s, além de todos (eu disse todos) os livros da estante do escritório de seu pai, onde gostava de passar o tempo; aos 10, visitou Wall Street, tendo tido a incrível coincidência de se encontrar com o dono do lendário banco de investimentos Goldman Sachs (do qual se tornaria sócio décadas depois); aos 11, comprou suas primeiras ações; e aos 14 (ufa!), fez sua primeira declaração do imposto de renda.

Bill Gates fundou a Microsoft com 19 anos de idade, e Mozart, aos 8 anos, já compunha óperas.

Aí, você lê essas histórias de gênios da precocidade, e se considera velho demais aos 25 anos de idade para dar uma guinada em sua vida e começar a ir atrás de seus sonhos. Hã? Como assim “velho”? Já passou dos 30 e “acha” que ainda não dá mais tempo de dar uma guinada de vida. Será? Chegou aos 40 e acha que não é possível começar uma nova carreira? Fincou o pé nos 50, ou mesmo nos 60, ou ainda nos 70, quem sabe nos 80, e acha que já passou da idade de começar uma coisa diferente, se satisfazendo em assistir Animal Planet?

Sucesso

Créditos da imagem: Free Digital Photos

Meu amigo, minha amiga, vou te contar um segredo, que na verdade não é segredo: enquanto há vida, há esperança.

Vou mostrar a você histórias de pessoas extraordinárias que deslancharam em suas vidas muito, muito após a juventude – em alguns casos, décadas após.

Vou mostrar a você que idade e “décadas nas costas” não são empecilhos para coisa nenhuma.

O que é obstáculo, o que é empecilho, na verdade, está única e exclusivamente em sua mente, e – isso sim – pode ser facilmente removido com as atitudes certas e os pensamentos certos.

Pare com essa mania de achar que você já supostamente “passou da idade”. Pare de inventar desculpas para não agir. As pessoas que mencionarei abaixo agiram e não se importaram com a idade para ter sucesso na vida. Elas não inventaram desculpas.

Ele começou aos 55 anos. Inventando a Coca-Cola.

Para iniciar, nada melhor do que uma história de impacto. Acreditem se quiser: a marca mais famosa do mundo – e provavelmente de todos os tempos – foi criada por um sujeito que já tinha 55 anos: John Pemberton. E engana-se quem pensa que a ideia foi sendo trabalhada desde sua juventude (afinal de contas, ele tinha estudado medicina e farmácia). Na verdade, sua invenção foi produto de seus pensamentos depois de voltar da Guerra Civil norte-americana:

“Após voltar como um herói da Guerra Civil, ele assumiu uma nova paixão: criar uma nova bebida que seria um tanto refrescante, quanto uma bebida que serviria de remédio para dor de estômago. E então, um dia, em maio de 1886, aos 55 anos de idade, no interior de sua oficina, ele criou o primeiro lote de que se transformaria na mais ácida bebida, a Coca-Cola.”

John_Pemberton

A bebida mais famosa do mundo surgiu de uma mente de… 55 anos de idade (imagem: Wikipedia)

A lição é clara aqui: inovação não tem data de validade cerebral. Só será muito tarde quando…bem… quando for realmente muito tarde. Ou seja, quando ocorrer a morte (curiosidade: John Pemberton morreu apenas 2 anos após ter inventado a Coca-Cola).

WhatsApp: ideia de um cara de 35, e de outro de 37 (que foi rejeitado para trabalhar, como *empregado*, no Twitter, e no próprio Facebook).

Nos dias atuais, só porque o Facebook, Instagram e Apple foram criados por pessoas bem jovens, muita gente acha que as melhores ideias digitais são produto única e exclusivamente de pessoas jovens, quase adolescentes.

Então essas pessoas não conhecem Jan Koum e Brian Acton, que, aos 35 e 37 anos, respectivamente, criaram esse app que quase tudo mundo hoje em dia usa, o WhatsApp, o qual foi comprado recentemente pelo Facebook pela astronômica quantia de US$ 16 bilhões, o equivalente à soma do PIB de 22 países.

O curioso é que Brian Acton foi, antes de 2014, rejeitado, ao procurar emprego, primeiro no Twitter, e depois no próprio Facebook.

Brian Acton Twitter

Em 23.05.2009, então com 37 anos, ele escreveu no Twitter: “Fui rejeitado no Twitter. Tudo bem. Teria sido uma longa jornada”.

Brian Acton - Facebook

Em agosto do mesmo ano: “O Facebook me rejeitou. Foi uma grande oportunidade de me conectar com pessoas fantásticas. Espero ansioso a próxima aventura”.

Ah… as voltas que o mundo dá…

Alguém pode se tornar estrela mundial da música só a partir dos 52 anos de idade? John Scatman provou que sim. Pode.

Se você nasceu no começo dos anos 80, provavelmente ouviu bastante essa música (e não entendeu nada da letra):

Pois bem.

O sujeito aí de cima, John Scatman, só alcançou o estrelato mundial depois dos 50 anos de idade. Uma prova contundente de que, mesmo no meio artístico, é possível alcançar o sucesso mesmo após várias décadas performando praticamente como um desconhecido da grande audiência.

Tornando-se um maratonista. Aos 50. Drauzio Varella. Como!?

Sim, eu também quase não acreditei quando eu soube dessa história. O Drauzio Varella é mais conhecido por ter popularizado a medicina no Brasil, através de programas de rádio e TV.

Eu, como quase não assisto TV, o conheci no final dos anos 90 através do excelente livro “Estação Carandiru” – literatura de primeira qualidade (vencedor do Prêmio Jabuti de 2000) – o que só prova a versatilidade do sujeito (que tem 11 livros publicados).

Drauzio Varella

Drauzio Varella: começou a correr maratonas ao completar meio século de vida, ou seja, 20 anos atrás. E contando…

Mas Drauzio Varella tem uma faceta (mais uma!) que até há pouco tempo eu desconhecia: o médico (que tem sete décadas nas costas, eu disse sete, faça as contas…..rsrs) é um maratonista, sendo que o mais impressionante disso tudo é que ele começou a correr maratonas depois dos 50 anos de idade!

Destaco alguns trechos da entrevista que ele deu para a Runners World:

“Quando eu estava prestes a completar 50 anos, um amigo me disse que naquela idade começava a decadência. Então resolvi fazer alguma coisa legal para comemorar a data e tive a ideia de fazer uma maratona. Já comecei a correr pensando nos 42 km.

Pouco tempo depois, outro amigo me passou um programa de treinos e fui seguindo como podia. No fim daquele ano, corri a Maratona de Nova York em 4h01. Isso foi em 1993, e desde então já participei dessa prova mais umas sete ou oito vezes. Também já corri em Chicago, Berlim e Joinville — meu melhor tempo é de 3h38, em 1994, em Nova York.

A maratona é minha distância preferida. Ninguém corre 42 km sem estar preparado, todo mundo ali sabe o que está fazendo, então existe muito mais respeito. Já participei de alguns revezamentos e provas menores, mas não gostei. Também fiz a São Silvestre e detestei, achei uma bagunça.

Treino duas vezes por semana no Parque do Ibirapuera e nos fins de semana procuro correr no Minhocão ou no centro da cidade. Aí vario os trajetos: passeio pela praça da Sé, largo de São Bento, Mercado Municipal. Cada treino varia entre 15 e 25 km, depende de quanto tempo tenho.

Sempre levo meu tênis quando vou viajar. Tem coisa mais gostosa do em um dia de congresso você se levantar cedinho para treinar? Corro 2 horas e depois passo o resto dia sentado, sem culpa, ouvindo as pessoas falarem sobre os assuntos de que eu mais gosto. É uma delícia.  Para mim, a corrida é um antidepressivo maravilhoso. Sou muito agitado, faço muitas coisas e a corrida também me ajuda a relaxar. É o momento em que fico em contato comigo mesmo, vejo minhas limitações, e isso me deixa mais com o pé no chão. Por isso não corro ouvindo música e prefiro treinar sozinho.

Não tenho nenhum cuidado especial com alimentação. Antes do treino, bebo uma água de coco ou como uma fruta. Depois tomo café com leite e como pão, azeite e tomate. Não estou convencido de que existe um benefício real nesses géis e vitaminas, aminoácidos. Durante a maratona só bebo água, não tomo nem isotônico. Como cortei açúcar da minha alimentação há 34 anos, tenho medo de ficar enjoado e passar mal.

Quem faz atividade física tem um envelhecimento muito mais saudável. Tenho quase 70 e não tomo nenhum remédio, peso 3 kg a mais do que na época da faculdade. As pessoas dizem: “Você é magro, hein? Que sorte!” Não é sorte, tenho que suar a camisa todos os dias.

Se você não consegue fazer exercício de jeito nenhum, pelo menos tem que ter consciência de que está vivendo errado, que não está levando em consideração a coisa mais importante que você tem, que é o seu corpo (destaquei)”.

Que exemplo de vida fantástico… e começou a correr aos 50, viu? E você, até quando vai ficar encostado no sofá? (se quiserem ler o depoimento do Drauzio sobre ter corrido a maratona do Rio de Janeiro, ano passado, aos 70 anos de idade, acessem esse link. Simplesmente imperdível).

Criando o Skype. Aos 19? Não. 23? Não. 28? Também não. Então quando? Aos 37 anos de idade.

Outro exemplo notável, da área de tecnologia, de pessoa não tão jovem assim que criou um produto revolucionário é o sueco Niklas Zennstrom, que inventou o pioneiro e mais famoso serviço de telefonia via Internet, o Skype, aos 37 anos de idade. Antes disso, ele já havia criado um programa de compartilhamento de arquivos que muitos leitores nascidos no começo dos ano 80 também devem se lembrar: o Kazaa.

Niklas continua atuando como investidor na área de tecnologia, e ainda quebra outros dois paradigmas para seu êxito nos negócios digitais: sua base de negócios não está no Vale do Silício, mas na Europa, e sua formação intelectual foi quase integralmente feita também na Europa, e não no Vale do Silício.

Niklas_Zennström

Niklas Zennstrom: uma prova incontestável de que, mesmo no acirradíssimo mundo da tecnologia digital, o começo de negócios inovadores pode se dar perto dos 40 anos (Imagem: Wikipedia)

Outra característica notável de Niklas, e que certamente contribuiu para a lapidação de uma mente criativa, é a sua versatilidade, uma vez que ele fez duas graduações em áreas completamente distintas do saber humano: ciências humanas e ciências exatas, ou seja, Administração de Negócios e Engenharia Física.

Ele vendeu uma casa para poder pagar as despesas e continuar estudando. E passou num concurso de Juiz do Trabalho. Aos 45 anos!

Uma parcela significativa dos leitores do blog está se preparando para concursos públicos, e, nesse terreno, existem vários mitos, sendo que o principal é que “não se consegue passar num concurso público se eu for muito velho, pois estarei competindo com jovens recém-saídos da faculdade com todo tempo do mundo para estudar”.

Balela.

O que está acontecendo no Brasil é justamente o inverso: proporcionalmente, são as pessoas “mais velhas”, digamos assim, que estão conseguindo ter mais sucesso nos concursos públicos, não só porque as pessoas mais maduras conseguem ter mais capacidade de foco e concentração, mas também porque, em muitos casos, eles priorizam a preparação como uma verdadeira questão de “necessidade”, de sobrevivência, ao contrário de muitos jovens, que sabem que, se não forem aprovados dessa vez, poderão continuar a morar na casa dos pais, sem despesas para bancar.

E a história do Juiz do Trabalho Leodor Machado é emblemática desses “novos tempos”. Na época em que ele estava se preparando para o concurso público, o então estudante Leodor chegou a vender sua casa para pagar as despesas.

Ele conseguiu a aprovação num dos concursos públicos mais difíceis do Brasil, que é o de Juiz do Trabalho, aos 45 anos de idade, e isso depois de passar por difíceis reprovações em outros concursos, um inclusive na prova oral em que até então estava classificado em primeiro lugar.

Outro dado interessante é que ele ficou mais de dez anos sem estudar, e teve que planejar e executar muito bem sua volta aos estudos, num ambiente de extrema competitividade, como é o dos concursos para a magistratura.

O depoimento completo dele pode ser lido nessa página do site Concursos Públicos.

O cara criou um negócio de vender lanches de comida rápida, com hamburguer, aos 52 anos. Nome do negócio? Não preciso nem dizer, né!?

Imagine que você seja proprietário de um restaurante, e receba a visita de um sujeito de 50 anos, na porta de seu negócio, querendo lhe vender máquinas de milk-shake. Esse sujeito diz, ainda, que trabalha com isso desde os 37 anos de idade. Qual seria suas impressões desse sujeito? Você pensa: “coitado, 50 anos nas costas e não conseguiu nada melhor do que ficar zanzando pelos restaurantes atrás de clientes… eu é que não compro essa máquina!”

Melhor ainda: e se você estivesse vivendo na pele desse cara? Imagine-se como vendedor porta-a-porta de 52 anos. Como você imagina seu futuro? Será que você terá dinheiro suficiente para a aposentadoria? Conseguirei assistir Animal Planet com meus queridos netos?

Ray Kroc era um vendedor de máquinas de milk-shake, mas ele, ao contrário da esmagadora maioria dos autônomos de meia-idade, não pensava, a essa altura do campeonato, em aposentadoria. Sua mente borbulhava, efervescia, queimava, por novas ideias:

“Em 1954, intrigado pelo volume de pedidos que recebera de uma lanchonete em São Bernardino, no estado da Califórnia, Ray resolveu visitá-la. O restaurante, onde os irmãos Maurice e Richard McDonald serviam refeições rápidas, vivia lotado.

Na mesma hora em que viu o lugar, Ray começou a imaginar uma rede de lanchonetes identificada por arcos dourados (tudo começa com uma ideia, e a de Kroc eclodiu quando ele tinha mais de 50 anos de idade, minha gente!).

Os irmãos estavam insatisfeitos com o negócio, pois tiravam pouco dinheiro e tinham obtido baixo resultado em duas experiências com franquias. Após tanta insistência, Kroc conseguiu um acordo.

Eles concordaram com a ideia dos clientes fazerem as encomendas e receber as refeições em menos de um minuto e deram a ele os direitos de exclusividade para vender o método McDonald’s.

Ray abriu a própria loja, em abril de 1955, no subúrbio de Chicago, fazendo do restaurante uma vitrine para a venda de franquias em todo o país, com a eficiência no atendimento e limpeza do local”.

O resto é história.

Aliás, histórias de pessoas que começam (eu disse começam) negócios de sucesso na dita “melhor idade” é o que não faltam. Harland Sanders começou a rede de lanchonetes KFC aos 65 anos, idade em que muita gente pensa em “pendurar as chuteiras”. No Brasil, o engenheiro naval Eduardo Figueiredo resolveu sair da condição de empregado (executivo de grandes empresas) para galgar a de empresário (dono de seu próprio negócio) na marca dos 68 anos de idade, ao fundar a Orbys, empresa especializada em tecnologia de materiais.

Conclusão

Percurso

(Imagem via Free Digital Photos)

Você não precisa ser melhor do que ninguém para ter sucesso em sua vida. Tire da cabeça essa ideia maluca de ficar se comparando aos outros. Cada pessoa tem uma história diferente, e, portanto, metas diferentes a conquistar na vida.

As histórias contadas nesse texto mostram que nunca é tarde demais para começar um negócio próprio, ser aprovado num concurso público de altíssimo nível, vencer maratonas, ou mudar de carreira. E, para conquistar seus objetivos, sejam eles quais forem, você não precisa olhar para os outros e se lamentar por não ter começado antes, e nem tentar ser melhor que os outros.

O que você precisa é ser campeão de sua própria vida. O Renato de hoje tem que ser melhor do que o Renato de ontem. E o Renato de amanhã tem que ser melhor que o Renato de hoje. A Lívia de hoje tem que ser melhor que a Lívia de ontem. E a Lívia de amanhã tem que ser melhor do que a Lívia de hoje.

Se você não achou nada que lhe satisfaça até os 30, até os 40, até os 50, até os 60, até os 70, até os 80, até os 90, ou até os 100 anos, não tem problema. Continue procurando. Uma hora você vai encontrar. E, no momento em que encontrar, não tenha vergonha de ir atrás daquilo que deseja. Danem-se os julgamentos alheios. Você tem que buscar aquilo que é bom para você, o que funciona para você, para satisfazer você, e não para satisfazer aos outros. Como bem disse Steve Jobs, no artigo “Siga seu coração e não se acomode em um caminho que é inconsistente com o que você sente que é seu destino verdadeiro” – Steve Jobs (1955-2011),

Às vezes a vida te bate com um tijolo na cabeça. Não perca a fé. Estou convencido de que a única coisa que me fez continuar foi que eu amava o que eu fazia. Você precisa encontrar o que você ama. E isso vale para o seu trabalho e para seus amores. Seu trabalho irá tomar uma grande parte da sua vida e o único meio de ficar satisfeito é fazer o que você acredita ser um grande trabalho. E o único meio de se fazer um grande trabalho é amando o que você faz. Caso você ainda não tenha encontrado [o que gosta de fazer], continue procurando. Não pare. Do mesmo modo como todos os problemas do coração, você saberá quando encontrar. E, como em qualquer relacionamento longo, só fica melhor e melhor ao longo dos anos. Por isso, continue procurando até encontrar, não pare” – discurso durante formatura em Stanford, 2005

Não importa se a guinada que você pretenda dar em sua vida ocorra aos 35, 45, 55, 65, 75, 85, 95 ou 105 anos de idade. Nunca é tarde para realizar seus verdadeiros sonhos, os seus sonhos, e não os sonhos dos outros.

Você tem que começar. E, uma vez iniciado, não pare. Um dia você vai encontrar. E realizar. E deslanchar. E brilhar. 😉

…………………………

Sobre o autor: Guilherme é o autor desse blog Valores Reais, que trata de assuntos relacionados a investimentos e qualidade de vida, e cujo objetivo é fazer famílias felizes. Quer receber no seu email as últimas atualizações de nosso blog, de forma automática? É só clicar aqui!

Print Friendly

, ,

202 Responses to Tarde demais para começar a perseguir seus sonhos? Melhor rever seus conceitos!

  1. Adolfo Duarte 7 de abril de 2014 at 13:48 #

    Excelente publicação. Muito inspiradora. Meus parabéns!

    • Guilherme 7 de abril de 2014 at 17:57 #

      Obrigado, Adolfo!

      • claudenis 11 de setembro de 2016 at 10:27 #

        Poxa vida!! todos dias quando posso leio essa materia pra me dar mais motivaçao na minha vida e no meu trabalho obrigado (parabens por essa materia)

      • Adilson Alves 2 de novembro de 2016 at 12:09 #

        Sensacional a matéria. Sou Pedagogo e tinha sonho em lecionar. Desde adolescente dava aulas na escola bíblica dominical. Mas ao concluir a faculdade percebi que as escolas particulares não contratam homens para dar aula na educação infantil e no fundamental I, só no fundamental II.
        Para conseguir dar aula teria que passar num concurso público tentei em várias cidades e ano passado fui chamado na Prefeitura de São Bernardo do Campo. Estou muito feliz pela rotina e pelo salário, mas quero mais na área de educação.

      • Cheila 29 de janeiro de 2017 at 11:35 #

        Parabéns pela material.

    • Cintia 1 de abril de 2015 at 18:24 #

      Parabéns pela matéria , bem pertinente. Quantas pessoas deixam de acreditar em si mesma após os 40 anos, desistindo de lutar. E seu texto disse justamente o contrário , sempre há tempo. Forte abraço.

    • Antônia 8 de setembro de 2016 at 23:27 #

      Muito bom tenho 59 e foi justamente procurando por idéias para recomeçar que me deparei com essa matéria maravilhosa valeu , ainda não me encontrei mas continuo a procurar como você propõe!!!!!

    • Rogério Lima 14 de março de 2017 at 21:52 #

      …..muito oportuno…..parabéns ….eu precisava ……e olhe que não cheguei aos 60 ainda……muito útil para todos……..

    • Roger 25 de maio de 2017 at 5:47 #

      Sensacional o texto, muito inspiradosr! Acrescento o Sebastião Salgado, que tirou sua primeira foto proximo dos 55! Hoje é uma referência mundial no ramo! Realmente, nunca é tarde para o que nos dá vontade

  2. Felipe 7 de abril de 2014 at 13:58 #

    Cara, você continua sendo ótimo!
    Vejo que você tem muita energia e motivação, o que tornam os conteúdos sempre relevantes e de muita qualidade.

    Um forte abraço.

    • Guilherme 7 de abril de 2014 at 17:58 #

      Muito obrigado pelas palavras, Felipe!

      O feedback dos leitores é uma das melhores “fontes de combustível de alta octanagem” para me impulsionar a escrever textos como os de hoje!

      Abç!

  3. Evandro 7 de abril de 2014 at 14:37 #

    Muito bom o post Guilherme.
    Me fez recordar de outro grande exemplo que foi Cartola, que somente conseguiu gravar seu primeiro álbum aos 65 anos de idade.
    O que mais conta não é a idade do seu corpo e sim a idade da sua mente. Deixando-a sempre aberta para novas propostas.
    Abraços

    • Guilherme 7 de abril de 2014 at 18:00 #

      Valeu, Evandro!

      E bem lembrado do grande exemplo do Cartola. Você disse tudo: uma mente aberta e receptiva é capaz de fazer coisas extraordinárias, independentemente da idade cronológica ou biológica.

      Abç!

      • lili 6 de junho de 2017 at 19:18 #

        Muito boa essa matéria, que nos faz repensar a história de que estamos velhos dos quarenta pra cima. Aconteceu comigo o seguinte, eu resolvi retornar aos estudos para concursos há algum tempo, estudando através de cursos gratuitos, muito bons, que temos à disposição. quando um belo dia um professor do cursinho alpha disse que depois dos 44 anos poderiamos desistir, que não existe mais chance, fiquei arrasada, na época eu com 42 pensei, “já estou muito próxima dos 44. desisti de tudo. Alguns professores de cursinhos deveriam ler matérias como essa e deixar de dizer palavras devastadoras para quem resolveu recomeçar.

    • viviane 14 de julho de 2017 at 17:46 #

      Sim. Um gênio. Adoro as músicas dele. Cantadas por Elis Regina, inclusive!

      E também da Cora coralina que começou após os 50 anos, ganhando prêmios e reconhecimento….

  4. Clara 8 de abril de 2014 at 9:20 #

    Mais motivação do que este texto, só se pensarmos que esta vida é só uma em várias que teremos (pra quem acreditar, é claro). Parabéns e que Deus o abençoe com mais palavras!

  5. Jônatas R Silva 8 de abril de 2014 at 10:49 #

    Um história mais inspiradora que a outra.
    Excelente Guilherme,
    Abraço meu amigo!

    • Guilherme 8 de abril de 2014 at 19:17 #

      Grande Jônatas, grato pelo apoio, meu caro amigo!

      Forte abraço!

  6. Rosana 8 de abril de 2014 at 16:03 #

    Muito bom o seu post. Os exemplos são realmente motivadores! :)
    Abraços,

  7. JANE 9 de abril de 2014 at 11:59 #

    Texto rico que envolve pesquisa, elaboração de escrita, tempo!!! Eh muita generosidade sua compartilhar conosco!!!
    Obrigada! Deus o abençõe sempre!

    • Guilherme 13 de abril de 2014 at 10:11 #

      Valeu, Jane!

      Realmente, um texto como esse, que envolve pesquisa, escrita, revisão etc., não leva menos do que 3 horas para ficar “no ponto”!

      Abç!

  8. Renato 10 de abril de 2014 at 7:18 #

    Ótimo texto, muito motivador!
    Aliás, uma das minhas metas é correr uma maratona!

  9. Maria 19 de abril de 2014 at 0:54 #

    excelente postagem, Guilherme!!! Adorei e já repassei para colegas e familiares :)

  10. Vinicius 24 de abril de 2014 at 14:06 #

    Ótimo artigo. Infelizmente a mídia se concentra em divulgar exemplos de gente que teve grandes sucessos na vida cedo, e histórias como estas nunca recebem muita atenção.

  11. Lívia França 26 de abril de 2014 at 20:18 #

    Olá, Guilherme.
    Obrigada pelo excelente post.
    Essas reflexões são muito necessárias mesmo.
    Vez por outra me pego pensando em coisas que gostaria de realizar e penso se vai “dar tempo”.
    Precisamos desses combustíveis de alta octanagem, rs, para não deixar o motor da vida parar.
    Estou por aqui melhorando a Lívia, assim como você aperfeiçoa o Guilherme e o Valores Reais.
    Abraço.

    • Guilherme 28 de abril de 2014 at 11:32 #

      Obrigado, Lívia!

      Realmente, para 99% das coisas, “ainda dá tempo”, sendo que as exceções normalmente se encontram nos esportes de alto rendimento, como atletismo, natação, ginástica olímpica, para os quais a idade “avançada” costuma ser uma barreira grande.

      Se pensarmos nas tarefas que exigem basicamente o uso do cérebro, então, sempre há tempo, e aqui não há exceções, pois o cérebro só tende a melhorar com o passar dos tempos.

      Abç

  12. Alexandre 1 de maio de 2014 at 8:44 #

    Ótimo post a imagem no final dá uma motivada! Parabéns

    • Guilherme 1 de maio de 2014 at 11:55 #

      Obrigado, Alexandre!

      Realmente, gastei um bom tempo selecionando a imagem final do post….que bom que gostou!

      Abç

  13. Felipe 21 de junho de 2014 at 17:03 #

    Parabéns pela postagem, simplesmente uma das melhores leituras que já tive na internet. Muito obrigado por compartilhar. Abraço!

    • Guilherme 21 de junho de 2014 at 17:53 #

      Muito obrigado pelas palavras, Felipe!

      Abç

  14. Vânia 2 de julho de 2014 at 2:01 #

    :) Obrigada…muito obrigada!!!

    Um abraço carinhoso!

  15. Bruno Miranda 23 de julho de 2014 at 10:54 #

    Vimos acima historias de incentivos e determinações para nossas vidas. Parabéns por esta postagem, uma das melhores que li até hoje.

  16. Marcos 20 de dezembro de 2014 at 13:03 #

    Parabéns pelo artigo, muito inspirador mesmo, estava precisando ler algo assim já que tenho 38 anos, e quero fazer algo que dê prazer nesta vida.
    Grande abraço e sucesso.

    • Guilherme 20 de dezembro de 2014 at 16:36 #

      Obrigado, Marcos, você ainda é bem jovem, com certeza encontrará algo que lhe dê satisfação!

      Abç!

  17. giselle 1 de janeiro de 2015 at 23:14 #

    Publicação inspiradora, tudo que eu estava precisando ouvir…ou melhor, ler! rs

    Obrigada! ♡

  18. vlademir 12 de janeiro de 2015 at 9:05 #

    ainda não me encontrei ,mas ja tive motivação para continuar procurando

  19. Cilene 14 de janeiro de 2015 at 8:45 #

    Ótima matéria. Estou frustrada pois envio meus currículos e não tenho nenhum retorno. E é bem isso mesmo, gostaria de poder me reinventar, espero que Deus me ajude a ter uma idéia brilhante para eu poder continuar.

  20. U 14 de janeiro de 2015 at 14:40 #

    Me identifiquei muito com as palavras deste texto incrivelmente inspirador.
    Finalizando minha segunda graduação na área de exatas (engenharia de produção) e percebi que me deixei influenciar, em sua maior parte, por uma sociedade que vê casos de sucesso somente em pessoas jovens.
    Hoje com 26 anos, terminarei a tal engenharia e iniciarei o curso que sempre sonhei em fazer, mas que não era visto como “produtivo” pelos familiares e amigos próximos.
    Estarei com 31 anos desempregado? Talvez! Mas como estarei cursando o que sempre quis, tenho certeza que serei um dos melhores ao concluir o mesmo.
    Que venham os desafios!

    • Guilherme 15 de janeiro de 2015 at 8:34 #

      Olá U, é isso aí, o importante é fazer o que gosta, seguir seu coração, e deixar de lado as pressões da sociedade.

      Sucesso!

      Abç!

  21. Manuel Ndombel 21 de janeiro de 2015 at 6:51 #

    Parabens!… Good work

  22. Fernando Faria 21 de janeiro de 2015 at 20:38 #

    Deixo aqui outro exemplo: Manuel de Oliveira, realizador português, realizou a sua segunda longa metragem com 64 anos. Tem a sua fase mais produtiva depois dos 70 e ainda hoje com 105 anos continua ativo, sendo o maior velho realizador do mundo.

    http://www.imdb.com/name/nm0210701/?ref_=fn_al_nm_3

    • Guilherme 22 de janeiro de 2015 at 15:03 #

      Excelente exemplo, Fernando!

      Chegar aos 3 dígitos de vida na ativa é uma dádiva de Deus!

      Abç!

  23. Nil 26 de janeiro de 2015 at 11:51 #

    Hoje lendo este texto, no momento procurando novidades google, o que fazer da vida. Tenho 50anos e não tenho uma profissão definida, sempre trabalhando na área administrativa pagando minhas contas e não feliz, os meus verdadeiros sonhos nunca foram realizados, tentei outros projetos que não eram os meus por influencia do ambiente em que vivo. Será que na prática, mesmo sem dinheiro e muitas contas eu poderei me realizar? outro coisa que tenho bastante: a capacidade de fazer tudo bem feito e de bom gosto. O meu grande sonho sempre foi ser FOTOGRAFO, tenho vergonha de me expor, chego a pensar em ir para outra cidade, para tenta esta profissão onde ninguém me conhece….preciso de ajuda. Obrigado

    • Guilherme 26 de janeiro de 2015 at 14:15 #

      Claro que pode, Nil!

      Comece com pequenos trabalhos. Comece pequeno. Vá estudando devagar, testando novas ideias e colocando em prática aquilo que sabe.

      Depois de uns 3 a 4 meses de prática diária, ou semanal, comece a publicar suas fotos para você mesmo e, depois de mais 3 ou 4 meses, quando já estiver bastante treinado, procure expor seu trabalho de fotógrafo para outras pessoas, seja através de redes sociais, seja através de um blog próprio.

      Com determinação, disciplina, atitude, treino diário, vontade de fazer acontecer e esforço, você chegará lá!

      Abç e sucesso!

    • Lua morena confusa e cheia de energia 14 de maio de 2016 at 14:32 #

      Nossa, eu também tô assim….Moro na Europa, ja tive que fazer um curso por aqui para trabalhar…To sem trabalho agora e louca para fazer algo mas nao sei o que…Meu marido diz que preciso trabalhar para ter aposentadoria visto que ja tenho 51 e ainda nao me encontrei..queria me reinventar mas ja pensei em varias coisas, ja tive varias ideias…Muitas delas precisam de dinheiro..Ja pensei em fazer um outro curso superior para mudar de profissao, montar um negocio, etc… mas nao é facil decidir e correr o risco.. Eu sempre acho que nunca é tarde mas as pessoas a minha volta nao me apoiam e acabo desistindo e o tempo vai passando…Com 48 eu ja estava na crise da idade e pensando em fazer um pos ou outra facul mas olha só…Ja estou nos 51 ja desempregada de nvo e nada mua..A cabeça cheia de ideias sem saber pra que lado ir… Amei o texto!!!!!

  24. Nelson Andrade 12 de fevereiro de 2015 at 8:28 #

    Muito bom !

  25. Renilde 23 de março de 2015 at 17:20 #

    Gostei pacas do seu texto .Tenho certeza que voce conseguiu motivar muita gente.
    Nesse mundo em que vivemos hoje em dia, onde idade significa “quase um defeito”, a tendencia é pensar que nao dà mais tempo.
    Também estou em busca de motivaçao para encontrar uma nova profissao aos quase 50 anos. Estou meio perdida, mas espero encontrar uma luz.
    Continue escrevendo, voce. Pois parece que é essa a sua praia. Abraços.

    • Guilherme 23 de março de 2015 at 18:16 #

      Olá Renilde, você certamente irá encontrar uma nova profissão. Seja determinada quanto a isso, mantenha o foco, que os resultados virão.

      Obrigado!

      Abç

  26. Rosana Valloquia 23 de março de 2015 at 19:12 #

    Belas e inspiradoras palavras…Muito obrigada, você foi um raio de sol hoje,particulamente para minha vida…

  27. Everton Aguiar 24 de abril de 2015 at 2:42 #

    Muito legal o texto. Lembrei também da Tomie Ohtake, que começou a pintar aos 40 anos.

  28. Henio 29 de abril de 2015 at 21:09 #

    Olá, boa noite a todos. Excelente texto pois sofro de deficit de atenção e perco empolgação muito rápido, pois não há mais novidades naquilo que faço. Algo como cozinhar me preenche nos meus momentos de angústia, gosto de fazê-lo. Tenho 47 anos e me sinto um adolescente buscando um caminho. O texto só veio a confirmar a minha esperança de me realizar

  29. Fernanda 4 de julho de 2015 at 13:17 #

    Realmente inspirador, estava precisando ler isso. Obrigada 😉

  30. João 9 de julho de 2015 at 2:41 #

    Muito bom cara!
    Esplêndido

    • Guilherme 10 de julho de 2015 at 9:57 #

      Valeu, pessoal! Compartilhem esse post nas suas redes sociais! Abç!

    • Alexandre 5 de janeiro de 2016 at 21:03 #

      Excelente! Tenho 40 anos e estou para começar uma segunda graduação. MBA como atalho não quis. Quero novas vivências.

  31. Valniza 11 de julho de 2015 at 8:50 #

    Nossa como fiquei feliz lendo este texto estou me aposentando sem saber o que fazer depois que sair do trabalho preocupada com a falta do que fazer agora vou correr atrás do meu objetivo meu sonho e fazer um curso de decoração. Obrigado

  32. Marines Dos Santos 12 de julho de 2015 at 14:59 #

    Muito Bom ! Bom mesmo !!!!

  33. rafael 15 de julho de 2015 at 14:01 #

    parabéns cara vc é 10….. fiquei muito satisfeito com o conteúdo.

  34. roberto 15 de julho de 2015 at 16:05 #

    estou com 39 anos estou desempregado, sou pais solteiro de 4 crianças pequenas, e nao tenho nenhum parente ou algum tipo de ajuda do governo. estou fazendo um curso de “tecnico em informatica”, como minhas ultimas forças pra conseguir algo, tem semana q nao tenho nem o da passagem pra estudar, mas nao desisto, com essa publicaçao me motivei um pouco mais pra continuar seguindo…quem sabe, futuramente posso colocar aqui que venci na vida tbm…

    • Guilherme 16 de julho de 2015 at 11:41 #

      Legal, Roberto, não desista, que você chega lá!

  35. Ricardo 16 de julho de 2015 at 9:22 #

    BOM DIA

    Cara… sem palavras tava muito preocupado, tenho 33 anos e perto desses caras sou novinho ainda… isso meu deu um animo MONSTRO para lutar pelo meu sonho que ainda não realizei meu… quase chorei cara serio mesmo… ainda posso sonhar e correr atras para realiza-los… Parabéns velho pelo seu trabalho e obrigado DEUS TE ABENÇOE MUITO

    • Guilherme 16 de julho de 2015 at 11:42 #

      Muito obrigado pelas palavras, Ricardo!

      Você certamente irá chegar lá! Capriche que o que é seu já está reservado!

      Abç!

  36. katia 12 de agosto de 2015 at 8:14 #

    Tenho 47 e nao tenho formacao e sinto muita vontade de me formar,so q nao sei em que…Tenho uma amiga q diz que eu sou mil utilidades que faz tudo um pouco que nao me aperto…Mas sinto um enorme fazio por estar com 47 anos e nao ter uma profissao definida e nem saber oque fazer….E hoje quando acordei procurei na internet: Oque fazer aos 47 anos e li seus exemplos de pessoas q comecaram algo ate mais velhos doque eu e entao fiquei mais alegre mais esperancosa….Queroo muito lhe agradecer por essas palavras…Um grande abraco e vc seja sempre abracado e intuido a escrever nos dando forca e nos colocando para frente….

  37. Gleyce 16 de agosto de 2015 at 21:24 #

    Parabéns amigo, que Deus lhe abençoe.

    E que eu, aos 33, onde muitas carreiras não posso, por causa de limite de idade, encontre um espaço para mim.

  38. Lúcia 26 de agosto de 2015 at 23:37 #

    Muito obrigada estava precisando de algo que me acordasse eu realmente posso!

  39. Douglas 10 de setembro de 2015 at 9:34 #

    Simplesmente incrível o texto!!! Sem palavras

  40. Elieses Matos 12 de setembro de 2015 at 9:56 #

    Parabéns e muitíssimo obrigado. Vou completar 44 anos em Outubro e quero muito conseguir ser aprovado em concurso público. Estou estudando por video aulas por não poder pagar um cursinho. As vezes penso em desistir e me acomodar, mas não posso ficar na zona de conforto. Se quero o melhor tenho que buscar o melhor. Valeu!

  41. Patrícia 25 de setembro de 2015 at 19:31 #

    Muito obrigada por esse post. Caiu como uma luva para mim. Parabéns!!

  42. Hugo 28 de setembro de 2015 at 6:37 #

    Fui muito negligente com meus estudos, tenho quase 25 anos, e por metade preguiça, outra metade por falta de conselho, não fui um aluno exemplar, E já se passaram 7 anos sem eu nem perceber, e rola aquele sentimento que não é inveja, mas é meio decepção ao ver conhecidos da mesma idade, que já estão formados, médicos, engenheiros dentistas etc. E eu sempre me senti perdido, e as pessoas sempre acharam que quando eu começava algo e mudava de ideia, era pq eu era fraco preguiçoso e desistia de tudo, mas hoje estou pensando, que tem o ponto positivo, pois pra desistir a pessoa precisa ser sincera consigo mesma, então nem sempre desistir é sinal de fraqueza, quando desistimos para achar algo mais.

    • Rafa 6 de outubro de 2015 at 11:32 #

      Com certeza, Hugo! Desistir também é um ato de coragem.
      Siga em frente.

  43. Ricardo 28 de setembro de 2015 at 17:33 #

    Muito obrigado pelas palavras!

  44. Rafa 6 de outubro de 2015 at 11:29 #

    Olá! Gostei muito do texto!
    Tenho 23 anos e estou cursando engenharia de produção numa faculdade particular na minha cidade, trabalho na área, porém nunca consegui realmente me sentir feliz pois meu sonho é estudar numa faculdade pública, pode parecer bobeira mas é algo importante pra mim, estava me sentindo “velha” já para tentar, gostaria de continuar a minha faculdade numa pública e vendo esse texto vi que nunca é tarde, e que vale a pena seguir seu sonho, mesmo que esse sonho seja pequeno perto dos sonhos das outras pessoas, é o nosso sonho, e se é nosso, é grande pra gente também.

  45. Liliane Funchal 7 de outubro de 2015 at 12:22 #

    Muito mas muito obrigado!!!!!!!!

  46. Valdirene 9 de outubro de 2015 at 9:43 #

    Parabéns Guilherme, neste post VC disse tudo. Tenho 25 anos e estou cursando o tec em ADM, tem hrs q penso em desistir pois acho q já estou velha diante do resto da turma da sala, mas depois de ler todos esses exemplos eu me intusiasmei , não vou abandonar os meus sonhos, vou correr atrás deles e realiza-los !!! Mto obrigada =^.^=

    • Guilherme 9 de outubro de 2015 at 11:16 #

      Obrigado, Valdirene, e parabéns pela determinação, você certamente tem tudo para conquistar seus sonhos!

      Abraços!

  47. María Angela 10 de outubro de 2015 at 4:23 #

    Excelente artigo!

    Hoje,aos 64 anos, estou me reiniciando, descobrindo a imensa beleza em fotografar! Nao por hobby mas com a intençao de fotografar profissionalmente!
    E vou conseguir! Como consegui me formar em Medicina aos 43 anos, casada , com 3 filhos , viajando todos os dias até Sorocaba! Me formei em 6 anos , normalmente, com toda a minha turma!
    Seu artigo reforça minha convicção de que não existe limite para a capacidade e vontade do ser humano.
    Querer é poder!!! Quem já nao ouviu isso?
    Nao sei quantos anos vou viver! Não importa!
    Enquanto estiver viva vou acreditar em mim e em meus sonhos como se eu , ainda, fosse uma pagina em branco, pronta para escrever a própria historia!

    Parabéns pelo artigo!

    Abraços!

    Maria Angela

    • Claudia 11 de outubro de 2015 at 4:23 #

      Maria Angela,

      Fiquei impressionada.
      Me formei com mais de 30 anos em Psicologia e não me sinto realizada, não sinto prazer. Estou infeliz. Quero mudar. Farei 46 anos neste mês e já estava me sentindo “fora”. Li suas palavras e sim, você tem razão: eu também me formei mais tarde, atrasei a maternidade… do que eu estou com medo?

      • Guilherme 11 de outubro de 2015 at 18:34 #

        Maria, concordo com a Cláudia, fabuloso depoimento!!!!! Meus parabéns!!!!!

        Todas as suas conquistas indicam que você é definitivamente um “ponto fora da curva”. Continue nos inspirando com suas fantásticas aventuras por essa jornada chamada vida! E o blog está aberto para um guest post, caso você se sinta à vontade em contar mais detalhes de sua história de vida!!!! 😀

        Abraços!

        p.s.: vai com fé, Cláudia, que você também consegue!

        • Maria Angela 11 de outubro de 2015 at 20:35 #

          Guilherme,

          Obrigada !

          Tenho tentado fazer valer a pena e aproveitar o quanto eu puder essas imensas possibilidades que a vida nos dá!
          Há muito o que aprender e sentir!
          Ando com meus olhos e coração muito atentos para perceber onde meus desejos me querem levar!
          Vivo a vida !
          Assim é!

          Abraços,

          Maria Angela

          • Guilherme 12 de outubro de 2015 at 9:54 #

            Excelentes atitudes, Maria! Parabéns pela determinação e pelo espírito de juventude que habita em você!

            Abraços!

      • Maria Angela 11 de outubro de 2015 at 20:28 #

        Olá Cláudia!

        Nao há nada a temer! Apenas acreditar! Em voce e nas inúmeras possibilidades que a vida nos oferece!
        E tudo o que fizer faça com todas as forças do seu coração!
        Não tem como não dar certo!!!!

        Boa sorte! Felicidades!

        Abraços,
        Maria Angela

    • André 28 de janeiro de 2016 at 7:13 #

      Maria Angela! Obrigado pelo seu depoimento! Ele foi importante para mim!

  48. Marcilio 12 de outubro de 2015 at 10:26 #

    Parabéns. Realmente suas palavras me tocaram. Estou prestes a fazer 45 anos. E, realmente não sei o que fazer da vida.

  49. Patrícia 16 de novembro de 2015 at 13:56 #

    Essa matéria me incentivou bastante, parabéns!

    Sinto certo pânico e um imenso vazio por estar com 44 anos e não ter uma profissão definida e nem saber o que fazer. Em 2010 fui diagnosticada portadora de Esclerose Múltipla, fiquei sem rumo e com depressão profunda! Atualmente estou muito bem (físico e mente), mas com profissional muito abalado, sem perspectivas. Acredito que voltar a estudar, a fim de concorrer a uma vaga através de um concurso público será uma decisão gratificante em vários aspectos, e melhor, irá colaborar com minha revitalização.

    • Guilherme 9 de dezembro de 2015 at 20:52 #

      Certamente, Patrícia, boa sorte em seus objetivos!

  50. Bernadete 21 de novembro de 2015 at 7:50 #

    Fiquei super satisfeita com essa matéria, está me ajudando muito.
    Fiz faculdade após os 40 e já trabalho em minha area, mas estou pensando fazer um curso de redação para aprimorar meus textos, pois quero passar em um concurso público.
    Tenho 53 anos.

    • Guilherme 9 de dezembro de 2015 at 20:51 #

      Que bom, Bernardete, siga em frente, que a vida está só começando!

  51. Alan Alexandre 1 de dezembro de 2015 at 19:51 #

    Gostei muito do texto, obrigado vou buscar o tempo perdido.

  52. Marta Goncalves 6 de dezembro de 2015 at 11:47 #

    Obrigada, por estimular uma cinquentona. Com formação em Bel e Licenciatura em Ciências Sociais e com Pós em Gestão Escolar. E, ver pessoas com bem menos conseguir se sustentar e ter lazer! E eu fico só pensando no outro. Descobri com este artigo que meu foco é que está errado, tenho imediatamente que focar em mim. Abraço, Marta

    • Guilherme 9 de dezembro de 2015 at 20:52 #

      Isso mesmo, Marta, foque em você a partir de agora!

  53. Lúcia 14 de dezembro de 2015 at 0:48 #

    Olá
    Boa noite á todos!!!!!!
    Não se trata de uma resposta e sim dizer que no dia 15/12/2015 farei vestibular para o curso de Direito, to com muita vontade, pensei mto,busquei mto, me incentivei mto, fui incentivada pelas filhas e meu querido esposo, estou bem animada pois tenho 53 anos e quero me formar e advogar, estou apreensiva, ansiosa e etc mas vou seguir.
    Boa noite, obgda pelo espaço

  54. Lucia 14 de dezembro de 2015 at 1:42 #

    Olá Boa noite!!!!!

    Hoje tenho 53 anos e no dia 15/12/2015 farei vestibular para o curso de direito,me incentivei mto,busquei informações orientações, minhas filhas me in centivaram meu querido esposo então decidi to com mta vontade vou me formar e advogar se Deus quiser pq eu quero e mto
    Obgda pelo espaço

  55. Cilene 19 de dezembro de 2015 at 19:33 #

    Maravilhosa matéria deu um show. Parabens

  56. Carlos Cristiano 25 de dezembro de 2015 at 12:25 #

    Bos tarde a todos!

    Parabéns pelo post magnífico!

    Tenho 38 anos e atualmente penso muito em começar carreira de cantor. Me sinto desanimado pela minha idade e por ter desistido ha dez anos, terei que recomeçar. O resultado foi que fiquei tão frustrado porque desperdicei tempo e dinheiro fazendo cursos em outras areas , indo pela ideia dos outros e não conclui nada.
    Hoje trabalho, sou funconario publico, com um salário minino e totalmente insatisfeito, o que me ocasionou até depressão.
    Vivo ansioso pra achar um meio de melhorar meu financeiro e tornar mais facil o período de estudos na música, pois sei que é desafiador.
    Gostaria de uma orientação, por favor.
    Desde já agradeço.

  57. Marciano 27 de dezembro de 2015 at 1:20 #

    Adorei!
    Tenho 34 anos formado em técnico em processamento,cursando o 7 periodo em engenharia civil,ja dei aulas particulares de matemática,física e química.Mas nao estou conseguindo me estabelecer profissionalmente,mas com essas palavras meu amigo,me animei a abrir e inovar uma micro empresa de cftv.
    Que Deus te abençoe! Como me ajudou a acreditar.

    • Guilherme 7 de janeiro de 2016 at 9:22 #

      Muito obrigado, Marciano, e sucesso em seu trabalho!!!!

  58. Rafael 29 de dezembro de 2015 at 21:00 #

    Muito bom mesmo! Parabéns pelo texto!

  59. Giuliana 31 de dezembro de 2015 at 16:30 #

    Simplesmente sensacional. Aos 35, após 3 faculdades, ainda procuro o que possa me realizar por completo.

    Minha busca é incessante, mas ora cansa e frustra, por me sentir numa estrada circular.

    Mas me alento com a certeza de um dia encontrar uma saída que me leve à verdadeira felicidade.

    Hoje é dia 31/12/2015, e ler seu texto foi minha maior comemoração!!

    Abraços

    • Guilherme 7 de janeiro de 2016 at 8:41 #

      Certamente você encontrará, Giuliana!

      Obrigado pelas palavras!

      Abraços!

  60. Leandro 5 de janeiro de 2016 at 8:58 #

    Eu estava precisando disso. Muito obrigado.

  61. nova era 5 de janeiro de 2016 at 11:29 #

    Obrigado! :)

  62. Martinha 6 de janeiro de 2016 at 10:11 #

    Cheguei aos quarenta e agora me sinto desanimada, sou frustrada, não tenho profissão direito, queria mudar a minha vida e não consigo. Essa frustração esta atingindo minha atitudes com os amigos próximos. Me sinto inferior.

    Bom, tentarei achar algo.

  63. Helo 13 de janeiro de 2016 at 13:42 #

    Olá. . Passeando só pra agradecer por um dia vc ter escrito este post.
    Já estamos no início de 2016 e ele.continuar inspirador! Com certeza muitos que procuram ainda serão inspirados.. Me inspirei…

  64. Robson Belo 28 de janeiro de 2016 at 0:38 #

    Nooooossa, como eu precisava ouvir isto. Muito obrigado Guilherme, pois estou estudando para concurso e às vezes bate mesmo aquela reflexão se será possível aos 38. Tenho minha lenda pessoal e precisava de uma luz como essa para ir atrás do meu grande sonho. Agora é focar ainda mais e ter muita disciplina para alcançar o que realmente se almeja.
    Grande abraço.

  65. Luciene 30 de janeiro de 2016 at 16:13 #

    Vc foi a luz que eu estava precisando pois estou com 35 e ainda ñ fiz nada da vida sou frustrada em mts coisas ,pois vou correr a traz dos meus sonhos mesmo sendo difícil

  66. Osni Carvalho do Nascimento 2 de fevereiro de 2016 at 11:41 #

    Não tem nem como agradecer pelo despertar que houve em mim
    pois estou com 56 anos, e pensei que já estava tudo perdido mas
    agora sim vou correr atrás do meu sonho que tenho a tanto tempo.
    Meu muito Obrigado
    Grande Abraço.

  67. Marcus Cordeiro 2 de fevereiro de 2016 at 22:54 #

    Excelente texto. Acredito que muitos aqui procura a mesma coisa que é a busca do “eu”. Eu não concluir a faculdade de informática mas trabalho na área há 15 anos. Sou casado, tenho 37 anos e tenho duas filhas e me culpo muito por não ter concluído o curso de nível superior. Hoje vejo se as coisas mais claras mas também difíceis de concretizar, mas esse texto me ajudou muito a clarear as idéias. Obrigado pela forma que o texto foi exposto.

  68. Emagrecer 3 de fevereiro de 2016 at 21:01 #

    Muito bom texto, veio em boa hora. Deixo aqui meus parabéns e também o meu agradecimento por nos proporcionar essa excelente leitura. Realmente motivante. Meus parabéns!

  69. Kenia Andrade 5 de fevereiro de 2016 at 22:52 #

    Excelente texto !! Estou passando exatamente por este momento , estou com 49 anos e acabo de ser aprovada na faculdade Puc de minha cidade . Me casei muito nova , tranquei a faculdade que fazia na época . Fui mãe de dois filhos , dedicada em tempo integral à eles. Hoje o mais velho já se encontra no último ano de sua residência médica , o segundo se forma este ano . Enfim só agora senti que minha missão de cuidadora está no fim …eles moram fora desde os 18 anos e agora seguirão os seus destinos. Senti recentemente uma vontade enorme de cuidar de mim . Por onde começar ? Intelectualmente pensei …quero agora ser um orgulho para mim mesma . O medo , o receio das dificuldades que vou enfrentar existem … mas se eu não tentar não vou saber como superar . Ler a sua matéria me deu mais incentivo , vi que não estou sozinha . Daqui a 4 anos retornarei para contar a vocês como foi o meu desfecho se Deus quiser e permitir . Grata pela força Guilherme

  70. Zeneide 8 de fevereiro de 2016 at 10:20 #

    Em junho farei 50 anos, sou formada em Ciências Contábeis e não me sinto realizada, estou pensando em fazer Psicologia. Obrigada pelos depoimentos postados aqui.

    Jesus abençoe a todos.

    Abraços

  71. Franci abreu 9 de fevereiro de 2016 at 1:10 #

    Excelente publicação, realmente, é motivador o que você escreveu! Parabéns!

  72. Leandro 15 de fevereiro de 2016 at 8:50 #

    Belo artigo. Me fez pensar muito. Estou com 32 anos, nunca me encaixei em faculdade. Casei, tive dois filhos, comecei a escrever poesias e me tornei escritor independente. Mas comecei a sentir falta de ter um diploma. Me decidi por licenciatura de história. Não sei como será meu mercado de trabalho em três anos… Dizem que há muitos professores mais velhos pela defasagem de docentes, não sei se é verdade. Mas vou tentar fazer meu melhor. Mesmo com o medo de ser desempregado depois que a faculdade acabar, vou dar orgulho a mim mesmo. Eu mereço.
    Abs a todos.

  73. marcos 17 de fevereiro de 2016 at 10:25 #

    Texto muito inspirador , tenho 50 anos , me graduei em administração com 47 anos e engatei uma especialização de gestão publica , porém ainda busco fazer algum que realmente gosto , que me de prazer , a procura e árdua mas sei que vou encontrar , desistir jamais , idade não pode ser empecilho , obrigado pelos exemplos.

  74. jair 23 de fevereiro de 2016 at 14:11 #

    meu amigo se vc soube-se com me ajudou a olha pra frete tem mais espareça na vida.,pois poder escrever dou a minha palavra que um dia vc estara contado minha historia aki tbm pois , eu estava com um palavra de derrota dentro de mim pois um amigo tinha me disto que tempo de sé ou muda a vida era do 30 a 40 anos, eu tenho 31 e acabei deixado isso me atrapalha eu olhei pra aquilos e pedir as esperança de muda pois achava que eu não ia consegui mais conseguir, depois de ler o seu artigo eu recuperei o animo ,ate chorei kkk mais na vdd vou continua lutado valeu apena le sobre tudo que vc escreveu cara obrigado atenciosamente jair

  75. deti 25 de fevereiro de 2016 at 17:57 #

    “O que você precisa é ser campeão de sua própria vida. O Renato de hoje tem que ser melhor do que o Renato de ontem. E o Renato de amanhã tem que ser melhor que o Renato de hoje. A Lívia de hoje tem que ser melhor que a Lívia de ontem. E a Lívia de amanhã tem que ser melhor do que a Lívia de hoje”. Amei esse trecho!

  76. DELIO M.CUNHA 27 de fevereiro de 2016 at 23:08 #

    ESTOU LENDO E FIC ANDO ESPANTADO COM A QUANTIDADE DE PESSOAS JOVENS NA FAIXA DE 30,40 ANOS PENSANDO SE VALE A PENA CONTINUAR TENTANDO MELHORAR DE VIDA.ESTOU COM 79 PARA 80 ESTE ANO E PENSANDO NO QUE PODEREI FAZER PARA NÃO FICAR PARADO.ESTOU AGUARDANDO UM CIRURGIA PLASTICA REPARADORA PARA ESTICAR A PELE
    PROXIMA DOS MEUS OLHOS QUE ESTÃO PREJUDICANDO MINHA VISÃO, PARA
    PODER CONTINUAR NORMALMENTE MINHA VIDA,DIRIGINDO MEU CARRO,LENDO
    MEUS LIVROS E ESCREVENDO, QUE É O QUE MAIS GOSTO AGORA DE FAZER;
    MEUS PÁRABENS PELA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO.

  77. claudia 1 de março de 2016 at 16:19 #

    Realmente incentivador.
    Muito obrigado, só senti falta de exemplos femininos…se não me engano, eram todos masculinos.

  78. Paulo Guilherme 12 de março de 2016 at 0:28 #

    Poxa Obrigado

  79. Ester 18 de março de 2016 at 21:30 #

    Eu me chamo Ester, sou farmacêutica e bioquímica, atualmente sou proprietária de uma loja no Sul da Bahia. Já trabalhei com muitas coisas durante a minha vida, e nunca pude ter um tempo para realizar o meu grande sonho. Bom, faltam apenas 10 dias para eu completar 40 anos, e isso me deu um certo medo de ir atraz do meu sonho, mais depois de tantos incentivos eu vou procurar o mais rápido uma escola de canto e vou ser cantora com fé em Deus!

    Obrigada querido por essa publicação maravilhosa!!

  80. Anônimo 31 de março de 2016 at 15:48 #

    As vezes sinto isso,,um vazio misturado com a sensação de derrota,,de que nasci para ser apenas mais um perdedor.
    Quando vejo amigos que são grandes empresários,alguns até fazendo parte do governo,,também na mídia nacional,,,e penso: “continuo sendo um nada!”
    Vou tentar ver se consigo minimizar os danos aos poucos,,,sendo melhor amanhã do que hoje e assim por diante….
    Cheguei aos 49,,,e a maioria das pessoas diz que é o “começo da descida”,,,ainda mais num país como o nosso em que imperam o preconceito (não somente o sexual), mas o social,,,fica muito difícil.
    Mas excelente texto,,,vou continuar tentando!

  81. Luly 13 de abril de 2016 at 12:28 #

    Simplesmente fantástico ! Muito obrigada ! Estava triste e desanimada na altura dos meus 37 anos pensando que já estava ficando tarde demais para realizar meu sonho ! Que Deus lhe ilumine por ajudar as pessoas ! 😀

  82. NELSON MASSARIOLI 26 de abril de 2016 at 15:21 #

    Muito proveitosa essa matéria..eu a li no momento ideal…vivo um período depressivo, infadonho e sem retornos positivos, não teno perspectivas e perdi o ânimo aos 52 anos…quero mudar mas não sei pra onde, tenho gaz mas não sei onde usá-lo…minha auto-estima esta péssima.
    A matéria me deu um certo alento…..

  83. Thiago 6 de maio de 2016 at 0:45 #

    Eu tenho 28 anos, sou químico e havia chegado à metade do curso de Direito na Universidade Estadual, mas não me sinto feliz. Quero mesmo é ser médico! Os comentários aqui expostos são maravilhosos (assim como o texto). Hoje, eu resolvi deixar o medo e me preparar para o vestibular de medicina! Será um tarefa árdua, mas não impossível. :)

  84. Robson 9 de maio de 2016 at 12:43 #

    Ola Guilherme,

    Gostei dessa publicação. Estou em uma fase muito complicada. Esse texto me abriu os olhos.
    Que em sua vida seja retribuído o bem que fez.

  85. Andréa 9 de maio de 2016 at 20:25 #

    Que maravilha de texto! Hoje falei pra um amigo que pretendo fazer aulas de dança. O mesmo olhou nos meus olhos e disse…você com 34 anos! Inventar de fazer dança numa idade dessa?Cara! Aquilo me deixou a tarde toda triste! E logo de uma pessoa que eu amo e admiro. Achei até que ele iria me dar uma força! O ânimo vai por água abaixo! Me senti uma senhora inválida! Não me acho velha, tem coisas que faço, que uma de adolecente não faz. Parabéns pelo texto! Estou até mais animada!

  86. Rejane 13 de maio de 2016 at 20:20 #

    Tenho 37 anos, casada,mãe de dois filhos um de 13 e um de 15 ano.Casei com 19 anos e vivi até hoje a vida de meus e filhos e marid.E algum tempo percebi que está na hora de viver a minha vida. Quero fazer engenharia de produção e comentei com alguém que faria faculdade e tentaria concurso e o que ouvi é que eu estava correndo atrás de uma nuvem, e o pior foi que acreditei. Então estava hoje deitada no sofá e pensei será que sou tão velha assim? Até que perguntei pro Google e você me deu a resposta. Muito obrigada. Vou fazer minha faculdade e vou te dar notícias. Se todas as pessoas fossem como você existiriam pessoas mais felizes.

    • Guilherme 14 de maio de 2016 at 11:48 #

      Obrigado, Rejane! Mande notícias, sim! Sucesso na sua empreitada!

  87. Roberto 20 de maio de 2016 at 17:03 #

    Parabéns excelente todas as informações aqui postadas me deu ate um novo animo pois já estava me sentindo bastante frustrado,desejo muito receber mais destas suas informações se possível muito obrigado…

  88. Celina 23 de maio de 2016 at 19:21 #

    Parabéns pela matéria, estou com quase 60 anos, e passei em um concurso público há 5 anos atrás e só agora fui convocada e me assustou pois como já estou aposentada, pensei em desistir da vaga, mas, ao ler o post me deu ânimo, sempre quis este trabalho mas quando comecei a pensar na minha idade, confesso fiquei apreensiva. Acho que vou assumir! Afinal trabalho nos torna com a mente mais ativa e nos sentimos com auto estima elevada.
    Muito obrigada

  89. Nathalia 24 de maio de 2016 at 1:27 #

    Gostei tanto de seu texto que tb enviei pra minha mãe. E eu voltei aqui pra te mostrar o que ela escreveu e eu assino embaixo.Tenho 36, larguei o emprego “seguro” para empreender na tecnologia e nos esportes, correr riscos, ir atrás do meu destino/sonho. Senao der certo, a gente vai tentando até conseguir. Ela tem 62 e meu pai 70, empreendedores ativos e tb cheio de sonhos… espero que se inspirem no Drauzio para cuidarem da saúde. Seu texto nos deu mais força pra continuarmos acreditando! Vamos em frente! Muito obrigada e que Deus lhe ilumine.
    Texto da minha mãe:
    “Muito inspirador !
    Para todos nós !
    Li … li de novo … pretendo ler ainda várias outras vezes …
    Deus abençoe quem escreve estas palavras e quem me enviou ! ”

    • Guilherme 1 de junho de 2016 at 13:33 #

      Oi Nathalia, verdadeiramente motivador esse texto com o feedback de sua mãe!

      Obrigado por compartilhá-lo com seus familiares!

      Siga em frente, que você vencerá!

  90. Nathalia 24 de maio de 2016 at 1:42 #

    Pensando ainda no seu texto, gostaria de pedir permissao (ou convida-lo) para publica-lo no blog da plataforma de esportes que estamos construindo. Fico no aguardo. Obrigada.

  91. Rafaela 25 de maio de 2016 at 0:22 #

    Eu tenho 15 anos e quando era pequena pratiquei ginástica rítmica por alguns anos, porém parei de dançar. Todos os dias me arrependo por ter parado e agora estou pensando em voltar… Obrigada pelo texto! :)

    • Guilherme 1 de junho de 2016 at 13:31 #

      Legal, Rafaela, bom saber que esse texto inspira pessoas inclusive na faixa dos 15 anos!

      Abraços!

  92. Carlo Eduardo 5 de junho de 2016 at 1:42 #

    Muito edificador e estimulante, parabéns pelo post!! Tenho 42 anos e estou fazendo faculdade. Quando era mais jovem só queria curtir, as depois da maturidade coloquei minha cabeça no lugar e agora me dedico aos estudos!

  93. Liege Cavalcanti 19 de junho de 2016 at 14:37 #

    Muito bom seu texto motivador, mas continuo perdida, sem rumo, não achando graça em nada e o pior revoltada com a vida é comigo mesma. Estou com 58 anos de idade e 39 anos de serviço, querendo e precisando me aposentar e infelizmente, não posso por causa dessa política nojenta e corrupta do nosso País.

  94. Regina 26 de junho de 2016 at 11:33 #

    Nunca li na internet um texto tão motivador. O que pensei é que em qualquer idade vc pode sentir tais desmotivações e o que vai mudar a pensar diferente é o seu interior e pensamento com fé que as coisas podem mudar com sua própria participação, é claro. Deus é fiel, mas precisava da nossa participação naquilo que queremos alcançar!!! Não importa a idade.
    Obrigada pelas palavras tão cheias de entusiasmo que alcança milhares de pessoas.

  95. Cassia Pereira 26 de junho de 2016 at 21:32 #

    Muito inspirador este post, vou le-lo mais umas duas ou três vezes pra ver se me encho de coragem e tomo uma atitude.
    Sou muito insegura, tenho medo de me afundar nos meus sonhos

  96. Jasiel A. Fernandes 5 de julho de 2016 at 11:57 #

    Que texto, acabou minhas duvidas e que se dane os comentarios dos meus amigos, tenho 38 anos vou começar a cursar direito, em alguns anos estarei formado e vou fazer isto com eficiencia, e quero ver o que os inertes que me acham velhos estarao fazendo da vida. vamos ver quem rir por ultimo kkkkkk, obrigado por este maravilhoso artigo, simplismente salvador!

  97. Fabiano 17 de julho de 2016 at 21:18 #

    Estava precisando ler um texto assim, parabéns!

  98. enetercia santos chaves 21 de julho de 2016 at 15:04 #

    amei seu texto ,tenho 48 anos e nao quero disitir dos meus sonhos mas nao sei nao me acho em nada na vida para fazer ,amo demais a vida mas tudo que faço acabo desistindo e tao triste ……

  99. Alana Maia 29 de julho de 2016 at 10:05 #

    Meu Deus… que fonte de inspiração esse texto. Era exatamente o que eu precisava ler. Muito obrigada!

  100. Maria Amelia Vilanova 2 de agosto de 2016 at 12:08 #

    Guilherme,muito bom! Fiquei maravilhada com essas histórias, ” Só não podemos sonhar se estivermos mortos”.
    Isso me inspira; tenho 47 e ainda vou trabalhar no lugar, ” que me fará rir”.
    Essas pessoas me mostram que é possível!!

  101. Quele 6 de agosto de 2016 at 22:18 #

    Amei, belas palavras de incentivo, estou na casa dos 52 querendo mudar de profissão pois nunca obtive sucesso na q estou, confesso q pensei em parar tudo é não fazer mais nada, mas diante desse artigo me renovei Deus me ajude a seguir enfrente.

  102. PEDRO R. 22 de agosto de 2016 at 13:26 #

    Muito obrigado pelo texto. Fui músico profissional por 20 anos, agora aos 38 me sinto vazio, com uma filha e responsabilidades me vejo numa situação de decisão de vida.
    Estou para começar o curso de Direito, tenho medo do que vou encontrar durante esse período.
    Quero que minha filha tenha orgulho de mim, hoje ela tem 5 anos e com 10 darei meu diploma para ela.
    Enquanto houver fôlego haverá esperança.

  103. Cidneia 22 de agosto de 2016 at 19:53 #

    Seu texto me inspirou a pensar. Acabei de me aposentar aos 58 anos, estava sem estímulo como professora do Ensino Fundamental. Porém, sinto que ainda tenho energia para um novo trabalho, ainda não descobri qual. Estou iniciando a busca por algo que me faça feliz por mais algumas décadas. Obrigada por nos fazer acreditar que é possível sonhar e realizar na maturidade e até mesmo na velhice.

  104. airton de oliveira teixeira da silva 3 de setembro de 2016 at 13:01 #

    Texto muito bom independente de idade podemos fazer o que quezer

  105. Alexandre Siqueira 7 de setembro de 2016 at 12:32 #

    Muito inspirador mesmo! Tenho 56 anos; engenheiro aposentado. Estou estudando pro ENEM 2016. Resolvi cursar medicina ou veterinária. Infelizmente os q me rodeiam estavam até me desestimulando…
    Mas agora, depois desse texto, NINGUÉM MAIS ME SEGURA!!!
    Valeu!!! Obrigado!!!

  106. Leia Rodrigues 9 de setembro de 2016 at 7:18 #

    Cara obrigado pela postagem, já tive uma empresa e quebrei, fiquei meio que desolada achando que meu tempo acabou, obrigada pela matéria, sucesso!!

  107. Andreia avs 21 de setembro de 2016 at 19:03 #

    Obrigada pelo texto muito motivador !!!! Tudo que eu precisava ler!!!

  108. Sandra Carlos 22 de setembro de 2016 at 9:01 #

    Estou recomeçando tbm após os 40…muito inspirador o texto. Obgda.

  109. vanuzia 22 de setembro de 2016 at 19:42 #

    Amei a matéria ! È muito motivadora. As vezes achamos que é tarde para fazer novas coisas,principalmente seguir uma nova carreira. Nos desanimamos porque no decorrer do tempo estávamos nos dedicando à família e a casa e acabamos deixando de lado nossos sonhos e paramos de ter objetivos.Esses relatos faz a gente acreditar que nunca é tarde para começar de novo….

  110. Rodrigoinz 24 de setembro de 2016 at 7:49 #

    Ola, muito boa matéria me espelhei nela !!! Tenho 40 anos e tenho lá no fundo tenho um desejo de trabalhar como palestrante motivacional, porem não tenho ideia de onde começar e fico perguntando motivar a partir de onde??? Pensando bem essa matéria sua daria uma ótima pauta. Me motivou a relembrar um antigo desejo. Muito obrigado!!!

  111. LUIZA MARA COUTINHO NASCIMENTO LEAL 25 de setembro de 2016 at 18:24 #

    Que bálsamo!!! Tenho 51 anos e, há duas semanas decidi prestar ENEM para cursar História. Estou Estudando com muita dificuldade pois fiz um. 2 grau pobre, tenho dificuldade memorizar, não aproveitei o tempo quando nova, mas…. Estou na luta! Pretendo dar aula de história e ajudar na formação de outros indivíduos. Mas bate uma certa vergonha, mas depois de sua matéria, essa vergonha vai bater em outro lugar!! Vou em frente!!!! Já me vejo lá: uma das melhores mestres em história com uma penca de alunos me abraçando pelo mesmo motivo que lhe escrevo agora: motivação!!

    • Maria helena 27 de fevereiro de 2017 at 16:58 #

      Você vai conseguir, fiquei mais de 30 anos sem estudar, voltei em 2014 depois que os filhos já estavam terminando os estudos, tenho 59 anos passei no Enem para uma Universidade Federal, em pedagogia sou a que têm mais idade na turma, achei que ia me sentir um peixe fora d’água mas tem outros alunos com idade de 50, 49,45,42 a turma tem essa mistura de jovens de 22, 20,23 e estamos lá enfrentando nossas dificuldades e diferenças e a velha guarda como diz um colega, não se.deixa abater daqui a tres semestres com as bênçãos de Deus e muito esforço estaremos formados espero! E esse depoimento é de uma pessoa que acredita que ao adquirir mais conhecimento pode contribuir para melhorar intimamente sua vida e de outras pessoas, sendo que o.primeiro passo foi tomar a decisão de voltar a estudar!

      • Lúcia 27 de fevereiro de 2017 at 21:51 #

        Olá
        Orgulho tenho demais ” da velha guarda”.
        Estou hoje com 54 anos e no 3º período de Direito.
        Amo demais, queria dizer não se sinta perdida, ou que não dará tempo, se ficar em casa o tempo vai passar, se sair para estudar o tempo também vai passar, então escolha passar esse tempo estudando.
        Bem pretendo Advogar e prestar concurso publico.
        Vamos que o tempo está a nosso favor

  112. Iara Lage Rangel 25 de setembro de 2016 at 19:08 #

    Iara Lage Rangel, 25 de setembro de 2016

    Olá,muito boa sua matéria! estava em duvida pois tenho 51 anos meu sonho é fazer faculdade de enfermagem,mas me preocupava com minha idade, achando que era tarde mas depois que li essa matéria me senti mas emotiva para caminhar.Muito obrigado!!!

  113. Goreth 28 de setembro de 2016 at 23:31 #

    Texto perfeito!
    Muito obrigado pela motivação

  114. Marcos Vinicius 10 de outubro de 2016 at 9:19 #

    Chegar aos 40 e ficar pensando no leite derramado, realmente não resolve, estou com 39 anos e ainda não tenho curso superior, mais penso que isso não é fundamental para a minha felicidade só me dará uma falsa segurança, tenho dois cursos técnicos e aposto em uma nova empreitada ano que vem, parabéns pelo post, agredido que lendo matérias assim, irei em busca dos meus sonhos sem ficar preocupado com minha idade.

  115. Edgar Klein Pires 17 de outubro de 2016 at 17:54 #

    Olá parabéns pela matéria, vivemos num mundo da pressa e imediatismo e a busca pelo sucesso tem sido um peso p maioria das pessoas, afinal será que a maioria das pessoas sabem o real significado do sucesso? gostei de ver os diversos exemplos de pessoas q realizaram seus sonhos depois dos 50, sim eu tb acredito que é possivel.

  116. Joelma B.s Fonseca 28 de outubro de 2016 at 6:50 #

    Sensacional ,a dias d completar meus 40 anos ,me foi mto propício esse texto .obrigadaaaa

  117. carlos 1 de novembro de 2016 at 19:45 #

    Este texto ajudou mais do que empreendedores de palco, como Godin e a farsante Bel Pesce.

  118. Adilson Alves 2 de novembro de 2016 at 12:10 #

    Tudo isso aos 46 anos.

    • Miknéias 5 de novembro de 2016 at 13:34 #

      Gostei muito. Muito bom você elaborar um texto referenciando vários histórias.
      Mais nobre ainda é seu cuidado de escrever aos seus leitores.
      Grata

      • Guilherme 6 de novembro de 2016 at 12:03 #

        Muito obrigado pelas palavras, Miknéias!

  119. Marina 23 de novembro de 2016 at 16:10 #

    Parabéns pelo texto maravilhoso. Muito inspirador, era o que eu estava precisando para oxigenar o meu dia…Muito obrigada

  120. Jovem desempregada 30 de novembro de 2016 at 19:07 #

    Muito obrigada por esse texto. Escrevo isso com lagrimas nos olhos. Faço parte dos muitos jovens brasileiros que tem ensino superior e estão desempregados. Tenho 25 anos e ate hoje nao consegui nem sombra de emprego na area. É claro que todos temos que ir a luta e buscar oportunidades, mas o mercado de trabalho hoje é sim muito duro para jovens, todos que empregam exigem especialização e muita experiência, mas por sermos jovens é claro que dificilmente tivemos essa oportunidade. Ate hoje meu unico emprego foi de atendente em uma loja de sucos. Trabalho que sinto-me agradecida por ter tido, mas que afinal nao tem nada haver com a minha area, né. A impressão que me dá é que são quase 6 anos e dinheiro jogados fora. Queria que ha 6 anos atrás alguem me avisasse que diploma hoje nao presta pra nada, só pra enfeitar a parede. Desculpem o desabafo. Queria recomeçar do zero a minha vida profissional, mas tenho esse receio de recomeçar tudo de novo por conta exatamente da minha idade, 25 anos, epoca que pra sociedade ja era pra se “estar encaminhado na vida”. Esse texto me tranquilizou um pouco e me deu novas esperanças. É dificil o momento que passamos, em meio a essa crise que fecha muitas portas, nao só aos mais velhos mas aos mais jovens também. Que eu e todos nós q estamos na luta possamos encontrar nosso papel no mundo e tornar nossos sonhos realidade.

  121. Waldemir Affonso 3 de dezembro de 2016 at 13:02 #

    Muito bom !
    Tenho 44 anos, voltei a estudar agora, não tive oportunidade de estudar anteriormente, não tinha tempo, continuo sem tempo. Hoje ,tenho que trabalhar com táxi de 12 a 16 horas por dia, alguns dias em que não preciso ir a escola, viro dia e noite trabalhando, já fiquei 36 horas direto; sou pastor também, trabalho na igreja , sexta, sábado e domingo, está muito difícil para mim, este ano me formo no ensino fundamental, ano que vem farei o ensino médio, parei na quinta série, fiz uma classificação e estou no 4° módulo ( 8° e 9° ano) . O incrível é que 33 anos sem estudar, tenho muita facilidade e mesmo dando esse salto da quinta para a oitava série ,no EJA , não tenho dificuldade nenhuma de aprendizado, ao contrário.
    Tenho um sonho de me formar e fazer faculdade, não sei ainda o que fazer , terei 45 anos quando terminar o ensino médio, pensei em fazer direito, após três anos trabalhando como advogado , tentar concurso público, delegado federal ,ou juiz, mas não sei se com 55 anos ainda condigo , será? Que faculdade devo fazer após os 45 anos? Em que área posso ser bem sucedido ? Desde já agradeço, obrigado pelo texto que me motiva e muito.

  122. Gláucia 4 de dezembro de 2016 at 18:48 #

    Parabéns, Guilherme!
    Ótima publicação!
    Era tudo q eu precisava ler.
    Acredito que eu tenha ficado usando essa desculpa de que estou velha pra estudar por muito tempo e perdi tempo demais, hoje tenho 36 anos, espero conseguir fazer uma graduação.
    Muito obrigada pelo incentivo!

  123. André 4 de dezembro de 2016 at 23:51 #

    Excelente texto! Aos meus 42 anos agora sei que não é tarde demais para seguir com o meu sonho de ter a minha casa própria. Obrigado!

  124. Debora 17 de dezembro de 2016 at 20:00 #

    Só consigo chorar. Obrigada pelo texto!

  125. Thamirys 19 de dezembro de 2016 at 20:51 #

    Tenho 15 anos , fiz uma prova para entrar em umas das melhores escolas de ensino médio no meu estado pela segunda vez, e vi o resultado hoje ,e não passei , fiquei muito mal ,pensando, e agora o que vou fazer ? Meu futuro esta acabado…Não tenho mais nada pela frente. E eu pensava assim me sentindo culpada , e meus pais jogaram na minha cara que eu quase não estudei e que ser a melhor aluna não adianta se não passa nessa prova. E estava mal, bem ainda não estou muito motivada, ,infelizmente…

  126. Silmara Santos 28 de dezembro de 2016 at 23:12 #

    Parabéns, e muito motivador, tenho 47 anos e fevereiro de 2017 começarei minha graduação em Pedagogia, há 26 anos parei de estudar, estou confiante. Obrigado.

  127. Pávila Domingues 4 de janeiro de 2017 at 9:23 #

    Sensacional e motivador!!! Parabéns!

  128. Josi 9 de janeiro de 2017 at 1:43 #

    Todos os dias eu anoto em uma lista “Gratitude log” o que me fez sentir gratidão no dia e hoje eu estava muito desmotivada e não encontrei o que escrever.
    Mas agora lendo seu texto, tenho muito que te agradecer por ser evoluído o suficiente para escrever um texto tão motivador.
    É muito difícil passar dos 30 e ainda não ter se encontrado profissionalmente, pois vivemos em uma sociedade que carrega consigo um sistema de crenças muito errado sobre essa questão.
    Existe uma bancada julgadora de pessoas as vezes muito menos experiêntes que você prontas para te apontar o dedo na cara e te cobrar um status.
    Mas sabe, com tantos grandes exemplos, vejo que não preciso ter medo e que posso ficar segura de que meu caminho já está sendo traçado da melhor forma que consigo!
    Um dia todos nós chegaremos ao sucesso!!!

  129. Edi carlos beloti 23 de janeiro de 2017 at 16:18 #

    Excelentes inspirações, tenho 43 anos, tenho depressão, faço acompanhamento com psiquiatra, tomo antidepressivos, tenho epilepsia, tomo remédio controlado, tive problemas com drogas, álcool, maconha e coca, consegui sair, mas como disse carrego sequelas, preconceito, prejulgamentos, não tenho passagem na Polícia, nunca roubei, matei.. enfim usei essa merda de droga, pseudos amigos se afastaram., hoje estou com depressão , achando que tudo está acabado, sou formado em Direito, passei no concurso para prefeitura, serviços Gerais, corrreios carteiro, mas devido a convulsão fraturei à vértebra e estou afastado até então! !essas mensagens me fizeram acreditar que é possível tentar, recomeçar independente da idade, obrigado Deus os aben!!

  130. Lara 27 de janeiro de 2017 at 20:51 #

    Que texto maravilhoso, incentivador, generoso e verdadeiro! Gostaria muito de saber quem é o autor, não achei nenhuma referência ou nome do autor do texto. Parabéns! Gostaria de ler mais do mesmo autor… apareça e continue escrevendo!

  131. Iraci Amora de Menezes 11 de fevereiro de 2017 at 20:30 #

    Tenho 43 anos,meu maior sonho atual é me formar, só q minhas condições financeiras não está permitindo isso nesse momento.Fiz 6 meses de pedagogia numa faculdade particular amei.Nao pude continuar.Fiquei frustrados dá.Ja tava me achando velha quando comecei,e perdendo tempo assim, achei que me formar já não era mais pra mim.Ate ler esse texto maravilhoso e incentivador.Um dia vou me formar sim,nem q seja com 80 anos.Afinal pra q a pressa de sonhar não tem prazo de validade.rsrsrs.Obrigada

  132. Neemias da silva 17 de fevereiro de 2017 at 11:02 #

    agradeço muito, por ter tido a oportunidade de ler esse texto. tenho 52 anos, e sempre tive sonho, de fazer uma faculdade,mas as dificuldades ,e falta de oportunidade, foram apagando meus sonhos, ficou só um vazio dentro de mim..na minha mente, 52 anos era tarde de mais.., depois de ler esse, magnifico texto, a fé e meus sonhos , despertaram.eu só tenho a lhe agradeçer, guilherme.., que Deus te abençoe, sempre…

  133. Elvira Bezerra Pessoa 1 de março de 2017 at 23:24 #

    Achei ótimo o texto, muito interessante especialmente pra mim,que sou professora e pós doutorado e perdi todos empregos e não consigo entrar mais no mercado do trabalho com vontade de desistir por ter mais de 40 anos .

  134. Marcelo Alexandre 1 de maio de 2017 at 10:04 #

    Fiz 43 hoje, faço pós em Ciências criminais e depois de amanhã tomo posse como Investigador de polícia. Sigam seus sonhos. Às críticas, danem-se. Parabéns pelo texto.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Nunca é tarde para tentar! - O Espaço Do Conhecimento - 24 de julho de 2017

    […] Antes de tanto reconhecimento, Drauzio foi um fumante inveterado, que parou de fumar com quase 40 an… Sua popularidade também se tornou notória, somente depois dos 50 anos. Hoje, o médico que passou dos 70, investe seu tempo em ajudar pessoas a cuidarem melhor de sua saúde e continua sendo um corredor ativo. […]

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes